Petrobras inicia processo de venda da participação em empresas de energia eólica; Governo neoliberal de Jair Bolsonaro prossegue liquidando capital estatal

Roberto Castello Branco, presidente da Petrobras.
Roberto Castello Branco, presidente da Petrobras, comanda liquidação do patrimônio da estatal.
Roberto Castello Branco, presidente da Petrobras.
Roberto Castello Branco, presidente da Petrobras, comanda liquidação do patrimônio da estatal.

A Petrobras informou nesta sexta-feira que iniciou o processo de venda da totalidade de suas participações acionárias nas empresas Eólica Mangue Seco 1 e Eólica Mangue Seco 2, proprietárias de usinas de geração de energia eólica.

Na Mangue Seco 1, a Petrobras e a Alubar Energia S.A possuem, respectivamente, 49% e 51% de participação, segundo o comunicado. Na Mangue Seco 2, a Petrobras e a Eletrobras possuem, respectivamente, 51% e 49% de participação.

As eólicas Mangue Seco 1 e 2 estão localizadas em Guamaré, no Estado do Rio Grande do Norte, e fazem parte de um complexo de quatro parques com capacidade instalada total de 104 MW.

Cada empresa detém e opera um parque eólico, com capacidade de 26 MW, disse a Petrobras em fato relevante.

*Com informações de Roberto Samora, da Agência Reuters.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110984 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]