Governo Colbert Martins agenda entrega das chaves do Shopping Cidade das Compras; Shopping Popular de Feira de Santana é resultado de PPP

Cartaz anuncia entrega das chaves aos permissionários do Shopping Popular de Feira de Santana (Shopping Cidade das Compras).

Cartaz anuncia entrega das chaves aos permissionários do Shopping Popular de Feira de Santana (Shopping Cidade das Compras).

Começa na manhã deste sábado (15/02/2020) a entrega das chaves dos boxes para os camelôs que já assinaram contrato para instalação no Shopping Popular de Feira de Santana (Shopping Cidade das Compras), informou o Governo Colbert Martins.  A entrega dos espaços aos futuros locatários ocorre com a finalidade de adequar a estrutura das lojas por tipo de atividade. O processo de entrega das chaves prossegue na segunda-feira e terça-feira *17 e 18/02), das 8 ás 16 horas.

O primeiro dia será reservado exclusivamente para entrega das chaves dos camelôs que trabalham com os setores de confecções, calçados, salão, produtos naturais, relojoeiro, acessórios para vestuário/bolsas/óculos, estética/cosméticos/perfumaria, suplementos e chaves.

Já na segunda-feira, 17, será a vez de entrega das chaves para os setores de gráficas/revistas/fotos/serviços, cama, mesa e banho, utilidades domésticas, bordados, variedades, produtos químicos, embalagens, arranjos de flores, ursos etc.

E, por fim, na terça-feira, 18, conclui a entrega com os setores de chaveiro, eletro/eletrônicos e importados, acessórios para celular, CD e DVD, assistência técnica e alimentação.

A construção do maior e mais moderno Shopping Popular do Norte e Nordeste do país é uma iniciativa do Governo do prefeito Colbert Martins Filho visando proporcionar mais conforto e segurança aos vendedores ambulantes. O equipamento está sendo construído através de parceria público-privada.

O secretário de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico (Settdec), Antônio Carlos Borges Júnior,  ressalta que a partir da entrega das chaves, os vendedores ambulantes terão prazo de 30 dias para adequarem seus boxes para as suas necessidades. E destaca que quem ainda não assinou contrato pode fazer se dirigindo ao Shopping.

Borges Júnior informa ainda que no Shopping Popular estão sendo apresentados, como opção, modelos de layout para as lojas por setor. Entretanto, ele frisa que cada um tem o direito de definir seu próprio layout da loja e buscar o fornecedor que melhor lhe convier. “O Governo não tem compromisso com nenhum fornecedor de material ou prestador de serviço. Cada um procura o que melhor lhe convier”, alertou o secretário.

PPP

O Shopping Popular de Feira de Santana (Shopping Cidade das Compras) é resultado de Parceria Público-Privada (PPP) entre o município e o Grupo UAI, presidido por Elias Tergilene.

O contrato de concessão foi assinado em 14 de outubro de 2015 e tem duração de 30 anos. Na relação estabelecida, o Município de Feira de Santana concedeu o terreno para construção do shopping e exploração do bem. O imóvel construído é parte do patrimônio do município e a fiscalização sobre a operação é de competência da gestão local.

O investimento inicial previsto foi de R$ 55 milhões e a duração de construção seria de 18 meses, com 5 mil metros quadrados de área construída. Estavam previstas 2 mil lojas, com capacidade de gerar 3 mil empregos diretos.

O Centro Comercial vai abrigar os vendedores ambulantes e camelôs de Feira de Santana e faz parte do Pacto da Feira, lançado em 2013, pelo então prefeito José Ronaldo (DEM).

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).