EMBASA apresenta resultado das ações de combate a fraude em ligações de água em Feira de Santana

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Equipes da EMBASA realizam fiscalização e identificam ligações irregulares na rede de água portável.
Equipes da EMBASA realizam fiscalização e identificam ligações irregulares na rede de água portável.
Equipes da EMBASA realizam fiscalização e identificam ligações irregulares na rede de água portável.
Equipes da EMBASA realizam fiscalização e identificam ligações irregulares na rede de água portável.

Em comunicado enviado nesta quarta-feira (04/02/2020) ao Jornal Grande Bahia (JGB), a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (EMBASA) informou que com o objetivo de desativar fraudes na rede distribuidora de água, o Programa De Olho na Perda, iniciado no final de novembro de 2019, identificou e desativou 763 irregularidades no município de Feira de Santana.

As equipes da Embasa atuaram em diversos bairros e também nos distritos, detectando irregularidades e orientando à população sobre a importância de ter uma ligação de água regularizada.

Ligações clandestinas foram encontradas em chácaras, sítios, imóveis de grande e pequeno porte, moradores de diversas classes sociais utilizando água de maneira irregular, causando prejuízo financeiro à Embasa e prejudicando o fornecimento de água para toda comunidade com o desvio de água tratada da rede distribuidora. Somente em dezembro do ano passado, foram desativas 374 irregularidades, entre ligações clandestinas, ‘by-pass’, religações indevidas e fraudes em hidrômetros, em 2019, foram desativadas um total de 15.026 irregularidades na cidade.

A Embasa declarou que segue intensificando as ações em 2020 para combater novas fraudes e orientar os moradores para que não voltem a se abastecer clandestinamente. Em janeiro, o número de irregularidades identificadas chegou a 389. Na semana passada, somente em uma ação, foi identificado um ‘by-pass’ que abastecia 18 imóveis em construção na rua Quitanduba, no bairro Conceição. “Foi identificado um ‘by-pass’, desvio de água feito a partir de um ponto instalado indevidamente antes do hidrômetro, para impedir o registro do consumo real de água pelo aparelho medidor”, explicou a supervisora comercial da Embasa, Celiane Santana.

A empresa tem atuado com o apoio da Polícia Militar, pois o furto de água é um crime que prevê pena de um a quatro anos de reclusão. Moradores flagrados cometendo esse tipo de fraude são conduzidos à delegacia para prestar esclarecimentos e responder pela prática criminosa. “A parceria com a Secretária de Segurança Pública do Estado permite que a Polícia Militar atue em conjunto com a Embasa, proporcionando maior eficácia no combate às ligações clandestinas na cidade”, destacou o gerente da Unidade Regional de Feira de Santana, Euvaldo Neto.

O programa De Olho na Perda também atua com foco em ações sociais, com o objetivo principal de orientar a população sobre a importância de ter água tratada em casa e utilizar esse recurso, cada vez mais escasso na natureza, de forma consciente. Os moradores são orientados sobre uso racional da água, armazenamento de forma correta, medidas para evitar o desperdício, além de receber informações sobre tarifa social. “Aproximar o cliente da empresa, passando para ele informações essenciais sobre o serviço prestado, é uma das maneiras adotadas pela Embasa para garantir a prestação do serviço com qualidade”, pontuou a assistente social da Embasa, Núbia Simas.

Segundo a Embasa, em prossegue com a intensificando das ações de combate a fraude ao longo de 2020 e orienta que os moradores em situação irregular procurem a empresa para regularizar suas ligações de água, evitando problemas com a polícia, além do pagamento de multas. Denúncias anônimas podem ser feitas por meio da central de atendimento da Embasa, pelo telefone 0800 0555 195.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113826 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]