Em janeiro de 2020, inflação da Região Metropolitana Salvador foi 0,34%; 3ª mais alta do país, diz IBGE

Dados do IBGE apresentam resultado inflação de janeiro de 2020 na Região Metropolitana Salvador.
Dados do IBGE apresentam resultado inflação de janeiro de 2020 na Região Metropolitana Salvador.
Dados do IBGE apresentam resultado inflação de janeiro de 2020 na Região Metropolitana Salvador.
Dados do IBGE apresentam resultado inflação de janeiro de 2020 na Região Metropolitana Salvador.

Em janeiro de 2020, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), medida oficial da inflação, ficou em 0,34% na Região Metropolitana de Salvador, desacelerando de forma importante em relação à taxa de dezembro (1,26%) e ficando ligeiramente abaixo da inflação de janeiro de 2019 (0,37%).

Apesar da desaceleração, a inflação da RMS ficou acima da média nacional (0,21%) e foi a 3ª mais alta entre as 16 áreas investigadas separadamente pelo IBGE. O IPCA de janeiro na RMS (0,34%) ficou abaixo apenas dos registrados na Região Metropolitana de Belém (0,39%) e no município de Aracaju (0,39%).

Em janeiro, Brasília (-0,12%), São Luís (-0,19%) e Rio Branco (-0,21%) tiveram deflações, segundo o IPCA.

Nos 12 meses encerrados em janeiro, a inflação na RM Salvador acumula alta de 3,90%. Ficou abaixo, mas muito próxima dos 3,93% registrados nos 12 meses encerrados em dezembro, e menor também que o acumulado no mesmo período em janeiro de 2019 (4,06%). O índice acumulado está abaixo da média do país (4,19%).

Altas nos alimentos (0,94%) e nas despesas com habitação (1,01%) puxam inflação de janeiro para cima, na RM Salvador

Dentre os nove grupos de produtos e serviços que compõem o IPCA, seis apresentaram altas em janeiro, na Região Metropolitana de Salvador, liderados por habitação (1,01%) e alimentação e bebidas (0,94%).

Com o segundo maior aumento, mas o maior peso nas despesas familiares, os alimentos foram mais uma vez a principal pressão inflacionária na Região Metropolitana de Salvador.

Depois de puxar o IPCA fortemente para cima no fim de 2019, as carnes em geral tiveram deflação em janeiro (-0,73%), na RMS. Apesar disso, tanto os alimentos consumidos em casa (0,84%) quanto a alimentação fora (1,19%) tiveram aumentos importantes no mês, sob forte influência, respectivamente, das frutas em geral (6,18%) e da refeição fora (almoço ou jantar), que subiu em média 1,11%.

Dentre os aumentos nos gastos com moradia, o mais importante veio da energia elétrica, que registrou alta de 2,03% e foi o item que, individualmente, mais puxou a inflação e janeiro para cima, na RMS. Com variação de 2,05%, o gás de botijão também contribuiu para elevar o custo de vida no mês.

A gasolina foi outra pressão inflacionária relevante em janeiro, na RMS. Teve alta de 0,93% e influenciou fortemente na alta dos transportes (0,34%). Nesse grupo, por outro lado, as passagens aéreas tiveram deflação (-1,79%) e ajudaram a conter o IPCA do mês.

Dentre os três grupos de produtos e serviços com quedas médias nos preços, em janeiro, saúde e cuidados pessoais (-0,42%) e vestuário (-0,55%) deram, nessa ordem, as principais contribuições no sentido de conter a inflação. Itens como produto para pele (-7,86%) e perfume (-3,15%) influenciaram no primeiro caso; roupas femininas (-0,91%) e infantis (-1,66%) pesaram no segundo.

Na RM Salvador, INPC foi de 0,31% em janeiro

Na Região Metropolitana de Salvador, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que mede a inflação das famílias com menores rendimentos, ficou em 0,31% em janeiro, bem abaixo do 1,23% registrado em dezembro, mas acima do índice de janeiro de 2019 (0,23%).

Apesar da desaceleração em relação ao fim do ano passado, o INPC de janeiro na RM Salvador (0,31%) ficou bem acima da média nacional (0,19%) e também foi o 3º mais alto entre as 16 áreas pesquisadas.

No acumulado nos 12 meses terminados em janeiro, o INPC da RMS ficou em 3,93%, abaixo da média nacional (4,30%), mas acelerando frente ao encerramento do ano de 2019 (3,85% no acumulado até dezembro).

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111167 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]