Em Dia Mundial do Rádio, ONU destaca incentivo à diversidade, paz e inclusão; Data foi proclamada em 2011 pela UNESCO

Em Teknaf, Bangladesh, a apresentadora Joya Pul Happy (à esquerda) e sua produtora Shanta Pul na rádio comunitária.
Em Teknaf, Bangladesh, a apresentadora Joya Pul Happy (à esquerda) e sua produtora Shanta Pul na rádio comunitária.
Em Teknaf, Bangladesh, a apresentadora Joya Pul Happy (à esquerda) e sua produtora Shanta Pul na rádio comunitária.
Em Teknaf, Bangladesh, a apresentadora Joya Pul Happy (à esquerda) e sua produtora Shanta Pul na rádio comunitária.

Neste 13 de fevereiro de 2020 é celebrado o Dia Mundial do Rádio. Este ano, o tema da data é “Rádio e Diversidade”, para realçar a capacidade deste meio de comunicação de promover a pluralidade e permitir que várias vozes possam interagir, ser representadas e ouvidas.

Em mensagem, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, destaca o poder do rádio de unir as pessoas e de “uma forma duradoura promover a diversidade e ajudar a construir um mundo mais pacífico e mais inclusivo”.

Comunidade

O chefe da ONU destaca que diante da evolução rápida da mídia, este meio de comunicação tem um lugar especial em cada comunidade como uma fonte acessível de notícias vitais e de acesso à informação.

Para Guterres, o rádio também é uma fonte de inovação pioneira na interação com o público, com conteúdo gerado pelos usuários, décadas antes de se tornar popular. O chefe da ONU destaca que este veículo oferece ainda uma exibição maravilhosa da diversidade em seus formatos, línguas e entre os próprios radialistas.

Guterres lembra que perante os esforços globais para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e a crise climática, o rádio tem um papel central como fonte de informação e inspiração.

Para a diretora da Organização das Nações Unidas para Educação Ciência e Cultura, Unesco, Audrey Azoulay, a data deve celebrar o poder da rádio “de refletir e promover a diversidade em todas as suas formas”.

Variedade

Para a agência, as estações radiofônicas devem atender a diversas comunidades, oferecendo uma ampla variedade de programas, pontos de vista e conteúdo, e deixar expressar a diversidade das audiências em suas programações e operações.

A Unesco defende ainda que uma mídia forte, livre e independente é a base da paz, da democracia e do desenvolvimento sendo necessário que as pessoas se expressem sem medo.

O Dia Mundial da Rádio foi proclamado em 2011 pelos Estados-membros da Unesco. No ano seguinte, a data foi adotada para celebração internacional pela Assembleia Geral das Nações Unidas.

*Com informações da ONU.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108786 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]