Novas evidências indicam que ex-presidente Lula pode ter sido vítima de possível união fraudulenta entre Sérgio Moro e membros do MPF, que compuseram a força-tarefa do Caso Lava Jato.
Caso Lava Jato

Peritos da PF admitem que documentos da Odebrecht podem ter sido adulterados; Novas evidências apontam para possível união fraudulenta entre Sérgio Moro e membros do MPF contra ex-presidente Lula

Peritos da Polícia Federal admitiram que os documentos copiados do “setor de operações estruturadas” da Odebrecht podem ter sido adulterados. Os arquivos foram utilizados para sustentar que a construtora doou R$ 12 milhões a Lula