Prefeitura de Feira de Santana investe em fonte de energia renovável para CMEI Vanilda Barros  

CMEI Vanilda Barros ganha painéis de energia solar.
CMEI Vanilda Barros ganha painéis de energia solar.
CMEI Vanilda Barros ganha painéis de energia solar.
CMEI Vanilda Barros ganha painéis de energia solar.

Uma fonte de energia limpa, renovável, inesgotável e não poluente para as escolas municipais de Feira de Santana. Este é o objetivo da iniciativa da Prefeitura de Feira de Santana que nesta sexta-feira (17/01/2020), lançou o projeto-piloto para implantação de painéis de energia solar no Centro Municipal de Educação Infantil Vanilda Barros Boaventura, do bairro Rua Nova. O investimento inicial foi de R$ 30 mil e a expectativa é de que outras escolas também sejam contempladas.

Os painéis captam a luz solar e a transformam em energia. As 14 placas de captação que foram instaladas no CMEI da Rua Nova irão substituir completamente o consumo pelo da nova fonte.

“Feira é uma cidade com abundância em luz do sol, nossa cidade dispõe desse recurso na maior parte do ano, portanto, é vantajoso e sustentável o uso dos paineis”, defendeu o secretário de Educação, Marcelo Neves.

O equipamento – que é do tipo fotovoltaico, ou seja, converte diretamente a radiação solar em energia elétrica – demorou dois dias para ser instalado no telhado da unidade de ensino. Este tipo de sistema não exige um ambiente com alta radiação para funcionar, mas, quanto menos nuvens, melhor a produção de energia.

“Em muitas escolas localizadas nos distritos temos dificuldade com a captação de energia, muitas ainda não têm energia trifásica, por isso nosso objetivo é substituir por energia solar no maior número possível de unidades de ensino”, observa o secretário.

De acordo com o projeto, o retorno do investimento deve acontecer em aproximadamente seis anos. O sistema utilizado tem uma vida útil de mais de 30 anos e os painéis têm garantia contra defeitos de fabricação por dez, além de 25 anos de garantia de desempenho. No momento, as escolas da Rede Municipal geram um consumo médio de R$ 120 mil/mês, somando mais de R$ 1 milhão por ano.

“O decréscimo no gasto com energia é imediato. O tempo de retorno no investimento é o tempo em que a economia gerada se iguala ao investimento feito, ou seja, o custo de aquisição do sistema”, explica Renato Alves Moreira, diretor técnico da SunHybrid do Brasil Ltda., empresa responsável pelos painéis.

A importância da sustentabilidade foi destacada pelo prefeito Colbert Martins da Silva Filho. “As crianças que estudarem em escolas atendidas pela energia solar irão crescer com uma visão diferente sobre a importância de usarmos fontes renováveis. Elas irão reconhecer cada vez mais a necessidade de cuidarmos da natureza e seus recursos”, acredita.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115024 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.