OMS diz que novo coronavírus da China pode se espalhar e alerta hospitais pelo mundo

Coronavírus são um grupo de vírus de genoma de RNA simples de sentido positivo. Têm capsídeo helicoidal e envelope bilipídico. São uma causa comum de constipação/resfriado . Podem ainda causar pneumonia e gastroenterite.
Coronavírus são um grupo de vírus de genoma de RNA simples de sentido positivo. Têm capsídeo helicoidal e envelope bilipídico. São uma causa comum de constipação/resfriado . Podem ainda causar pneumonia e gastroenterite.
Coronavírus são um grupo de vírus de genoma de RNA simples de sentido positivo. Têm capsídeo helicoidal e envelope bilipídico. São uma causa comum de constipação/resfriado . Podem ainda causar pneumonia e gastroenterite.
Coronavírus são um grupo de vírus de genoma de RNA simples de sentido positivo. Têm capsídeo helicoidal e envelope bilipídico. São uma causa comum de constipação/resfriado . Podem ainda causar pneumonia e gastroenterite.

Pode ter havido uma transmissão humana limitada de um novo coronavírus entre famílias da China, e é possível que ocorra um surto mais amplo, alertou a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta terça-feira (14/01/2020).

Os coronavírus são uma grande família de vírus que podem causar infecções que vão da gripe comum à Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars). Uma chinesa foi posta em quarentena na Tailândia por exibir uma linhagem misteriosa do coronavírus, disseram autoridades tailandesas na segunda-feira, a primeira detecção do vírus fora da China.

No total, 41 casos de pneumonia foram relatados em Wuhan, cidade do centro da China, e exames de laboratórios preliminares citados pela mídia estatal mostraram que eles podem ser resultantes de um novo tipo de coronavírus. Um dos pacientes morreu.

“Com base nas informações que temos, é possível que exista uma transmissão humana limitada, potencialmente entre famílias, mas neste momento está muito claro que não temos uma transmissão humana constante”, disse Maria Van Kerkhove, chefe interina da unidade de doenças emergentes da OMS.

Mas a OMS está se preparando para a possibilidade de existir um surto mais abrangente, disse ela em um briefing à imprensa em Genebra. “Ainda estamos nos primeiros dias, não temos um quadro clínico claro.”

Alguns tipos do vírus causam doenças menos sérias, e outros são muito mais graves, como o da Síndrome Respiratória do Oriente Médio (Mers).

A agência da Organização das Nações Unidas (ONU) orientou hospitais de todo o mundo a respeito do controle da infecção caso o novo vírus se dissemine. Não existe tratamento específico para ele, mas antivirais estão sendo estudados e poderiam se “redirecionados”, disse Van Kerkhove.

Japão confirma primeiro caso de infecção de novo coronavírus da China

O Japão confirmou o primeiro caso de infecção do novo coronavírus descoberto na China, que matou uma pessoa e motivou um alerta de viagem do Departamento de Estado dos Estados Unidos.

O exame de um homem de cerca de 30 anos da região administrativa de Kanagawa, próxima de Tóquio, deu positivo, informou o Ministério da Saúde do Japão em um comunicado emitido nesta quinta-feira.

O homem havia ido à cidade chinesa de Wuhan, onde existe um surto de pneumonia que se acredita ter sido causado pela nova cepa de coronavírus, disse o ministério.

O Departamento de Estado norte-americano emitiu uma atualização de seu alerta de saúde a respeito de viagens à região de Wuhan na quarta-feira, citando um Alerta de Observação Nível 1 do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA e exortando os cidadãos a caminho da região a evitarem contato com animais, mercados de animais ou produtos animais, entre outras precauções.

Ainda na quarta-feira, autoridades de saúde tailandesas disseram que estão reforçando o monitoramento de passageiros que estão indo aos aeroportos para o feriado do Ano Novo Lunar, quando 800 mil turistas chineses devem visitar o país.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse que o novo vírus pode se espalhar e alertou hospitais de todo o mundo.

Os coronavírus são uma grande família de vírus que podem causar infecções que vão da gripe comum à Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars). Alguns tipos do vírus causam doenças menos sérias, e outros são muito mais graves, como o da Síndrome Respiratória do Oriente Médio (Mers).

O paciente japonês voltou de Wuhan neste mês com febre e foi hospitalizado. Ele teve alta na quarta-feira depois que os sintomas diminuíram, de acordo com o comunicado do Ministério da Saúde.

*Com informações de Stephanie Nebehay, da Agência Reuters.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108068 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]