Feira de Santana: Chuva, forró e outros ritmos marcaram primeira noite do Reisado de São Vicente no distrito de Tiquaruçu

Forró de Sandro de Castro e a cantora Ewani Calazans, que apresentaram um repertório próprio e com várias canções nordestinas que tradicionalmente elevam a temperatura ambiente dos espaços onde são tocadas.
Forró de Sandro de Castro e a cantora Ewani Calazans, que apresentaram um repertório próprio e com várias canções nordestinas que tradicionalmente elevam a temperatura ambiente dos espaços onde são tocadas.
Forró de Sandro de Castro e a cantora Ewani Calazans, que apresentaram um repertório próprio e com várias canções nordestinas que tradicionalmente elevam a temperatura ambiente dos espaços onde são tocadas.
Forró de Sandro de Castro e a cantora Ewani Calazans, que apresentaram um repertório próprio e com várias canções nordestinas que tradicionalmente elevam a temperatura ambiente dos espaços onde são tocadas.

Aliada de primeira hora do sertanejo, a chuva fina que caiu na região de Tiquaruçu, em Feira de Santana onde neste sábado (04/01/2020), foi realizada a primeira das duas noites do tradicional Reisado de São Vicente, deu um significado maior à manifestação: dançar embaixo de chuva torna a festa ainda mais animada.

E foi o que aconteceu na noite de sábado, quando cinco atrações subiram ao palco montado na praça São Vicente. Inicialmente, o público não ocupou a parte central do espaço destinado à dança. Como a chuva, mesmo fina, não passava, quem estava se protegendo resolveu se molhar e suar.

Incialmente com o forró de Sandro de Castro e a cantora Ewani Calazans, que apresentaram um repertório próprio e com várias canções nordestinas que tradicionalmente elevam a temperatura ambiente dos espaços onde são tocadas. “Chuva não atrapalhou. Para nós, ele é benção. Sempre vem vinda”, disse o cantor.

Em seguida, o cantor Beto Cardoso, que mora no distrito, apresentou um repertório com os grandes sucessos que embalaram casais em serestas. O terceiro a ocupar o espaço na noite, foi o grupo Brucutus, que levou a galera mais jovem para o meio do grande salão – não se importou com a chuva.

O forró de Luanzinho tomou conta do espaço e a noite foi encerrada pelo cantor de arrocha Márcio Leite. Mais uma vez casais dançaram juntinhos e deram um show com as coreografias características deste ritmo musical baiano.

A festa em Tiquaruçu começa mais cedo, neste domingo. Por volta das 15 horas, com toda sua tradição, o Reisado de São Vicente sai às ruas do distrito. Em seguida, o cantor e compositor Asa Filho, com seu regionalismo se apresenta, iniciado a programação musical – ele é ‘tiquaruçuense’.

Em seguida se apresentarão a banda de pagode Revolusamba e a cantora Ana Clara. Pelo time escalado para o palco, a festa promete muita animação.

Reisado de Tiquaruçu é marcado por religiosidade e cultura, tradição e samba de roda

O Reisado de Tiquaruçu, manifestação que há mais de 200 anos passa de pais para filhos, mais uma vez confirmou a sua importância para a religiosidade e cultura a região. A participação popular mostra que a festa, movida a fé e muito samba de roda, se renova a cada ano.

O desfile do reisado pela praça São Vicente Ferrer, com seus reis magos e personagens da cultura popular – como o vaqueiro encourado, louvando o Santo Rei, é um espetáculo não apenas bonito de se ver, mas as pessoas parece gostar de participar. Não vêm o bloco passar. Somam-se a ele.

O Reisado Estrela de Belém, do bairro Eucaliptos, fundado há 11 anos, participou pela primeira vez da festa de Tiquaruçu. Para Vítor Batista, que coordena o grupo, a integração do antigo com o novo é uma maneira de perpetuar a tradição.

Para o cantor e compositor Asa Filho, que durante anos esteve à frente do reisado, a festa de 2020 marca uma retomada do reisado. “A festa é do povo e em nome dele deverá ser preservada”. É o que foi feito. Enfatiza que o reisado passou por ele, pelo pai, avô e bisavô.

A festa no sábado terminou na madrugada de domingo, que começou à tarde e foi encerrada no início da madrugada de segunda-feira, tudo na maior animação, como determina outra tradição do reisado. E pelo palco passaram cantores românticos, forrozeiros, de arrocha, samba de roda.

Realizada pela Prefeitura de Feira de Santana, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, também participaram as secretarias de Saúde, Seprev – por meio da Guarda Civil Municipal, Comunicação Social e SMT (Superintendência Municipal de Trânsito).

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109923 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]