Bibliotecas de Salvador e Itaparica recebem R$ 13,4 milhões para obras de reforma

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Vista da fachada da Biblioteca Juracy Magalhães Júnior (BJMJr) em Itaparica.
Vista da fachada da Biblioteca Juracy Magalhães Júnior (BJMJr) em Itaparica.
Vista da fachada da Biblioteca Juracy Magalhães Júnior (BJMJr) em Itaparica.
Vista da fachada da Biblioteca Juracy Magalhães Júnior (BJMJr) em Itaparica.

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), autarquia do Governo Federal, e o Governo do Estado da Bahia iniciam uma importante parceria para a execução das obras da Biblioteca Anísio Teixeira, em Salvador, e Juracy Magalhães Júnior, em Itaparica. Ao todo, elas contarão com investimentos de R$ 13,4 milhões, advindos do Fundo de Defesa dos Direitos Difusos (FDD).

A nova Biblioteca Anísio Teixeira (BAT), equipamento gerido pela Fundação Pedro Calmon (FPC/SecultBa), funcionará em duas edificações geminadas situadas na Avenida Sete de Setembro, antiga Ladeira de São Bento, área central de Salvador. O investimento total no restauro e implantação do equipamento somará R$ 7,5 milhões. Segundo Laura Galvão, diretora da BAT, a obras “vem, justamente, para agregar valores ao nosso espaço e acervo”.

O local contará com sala de exposição temporária, setor de empréstimo e periódicos, videoteca, salas multiusos, sala de estudos individuais, setor de estudo, pesquisa e referência, setor infantil e auditório. O pátio externo funcionará como espaço de convivência para realização de atividades culturais e educativas da instituição, além de abrigar um café.

Em Itaparica, a Biblioteca Juracy Magalhães Júnior (BJMJr), também administrada pela FPC, receberá quase R$ 6 milhões para obras de restauro, climatização e acessibilidade. A intervenção preservará o projeto arquitetônico modernista de autoria de Diógenes Rebouças e os jardins internos concebidos por Roberto Burle Marx. Soraia Alves, diretora da unidade, considera a reforma como uma possibilidade do “espaço se adequar aos novos padrões de biblioteca”.

Entre as ações previstas estão a implantação de sistema de climatização, de combate a incêndio, construção de novas edificações para abrigar uma guarita e áreas técnicas e administrativas. O imóvel também será equipado com novas divisórias móveis acústicas, tornando o espaço flexível e possibilitando sua adaptação para diversos usos, como oficinas e exposições, ou mesmo como auditório.

Mário Vítor Bastos, coordenador do PAC Cidades Históricas da Bahia, avalia as reformas como “uma conquista. É mais um passo na luta pela preservação e recuperação do patrimônio cultural”.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113888 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]