Abertura da Festa Jubilar do Senhor do Bonfim reúne dezenas de devotos na Colina Sagrada em Salvador

Festejos em homenagem ao Senhor do Bonfim completam 275 anos de tradição.
Festejos em homenagem ao Senhor do Bonfim completam 275 anos de tradição.
Festejos em homenagem ao Senhor do Bonfim completam 275 anos de tradição.
Festejos em homenagem ao Senhor do Bonfim completam 275 anos de tradição.

Dezenas de devotos participaram da primeira noite da Novena em preparação para a Festa Jubilar do Senhor do Bonfim, nesta quinta-feira (09/01/2020), na Basílica Santuário do Senhor do Bonfim, em Salvador.

O hasteamento da bandeira do Senhor do Bonfim, ao som do Hino do Senhor do Bonfim entoado pela Orquestra de Frevos e Dobrados, sob a regência do Maestro Fred Dantas, deu início a programação da festa, que este ano tem como tema “Senhor do Bonfim, 275 anos de devoção, veneração e proteção”, e lema “Ontem, hoje e sempre sob a sombra da tua cruz”. A temática dos festejos está em sintonia com a celebração do Ano Jubilar dos 275 anos da chegada da Imagem do Senhor do Bonfim a Salvador.

Pe. Maurício da Silva Ferreira, Reitor da Universidade Católica do Salvador (UCSAL), conduziu a reflexão desta primeira noite de celebração, com o subtema “Senhor do Bonfim, neste Ano Jubilar, ensina-nos a cultivar a cultura do encontro, do diálogo e do acolhimento (Lc 15, 1-7). “Estamos aqui porque o amado Senhor do Bonfim nos permitiu atravessar as portas dessa ilustre Basílica. O Evangelho proclamado nesta noite é um convite à conversão de cada um de nós, ao mesmo tempo em que contribui para a purificação de nossos olhos, permitindo-nos lançar ações de graças por pessoas, grupos e instituições que, não obstante as dificuldades do tempo, tem por meta valores e iniciativas abertos a cultura do encontro, do diálogo e do acolhimento”.

O pregador também falou sobre o que Jesus propõe. “Jesus nos pede um olhar aprofundado, iluminado pelo Evangelho, gratuito e admirado, um primeiro olhar inspirado em seu olhar. O primeiro olhar de Jesus sugere um compromisso com a nossa humanidade, com a consciência da parcialidade do nosso juízo”. Pe. Maurício destacou ainda que Jesus retoma o termo alegria. “A autenticidade da maior alegria é mais confirmada pelo encontro, pela acolhida e pelo diálogo do que pela força e pelo poder. A maior alegria é resultado da acolhida do humano”.

Pe. Maurício finalizou sua reflexão falando sobre o sentido dos braços abertos do Senhor do Bonfim, no alto da Colina Sagrada. “Os braços abertos do Senhor do Bonfim implicam e testemunham uma prova de amor por nós, indicam acolhimento, proteção e guarda. Os braços abertos do Senhor do Bonfim se posicionam como espaço e tempo de acolhida, encontro e diálogo, ao mesmo tempo em que se oferecem como meditação e aprendizado para nós”.

A ocasião também foi marcada pela adoração ao Santíssimo Sacramento.

Quermesse da Colina

Com a conclusão da restauração da Basílica e a requalificação do seu entorno, os devotos já podem encontrar uma melhor estrutura de acolhimento para prestar suas homenagens ao Senhor do Bonfim durante todos os dias da Novena e Festa e permanecerem mais na Praça do Bonfim após as celebrações.

Pensando nisso, a Basílica traz como novidade para essa edição da Novena a ‘Quermesse da Colina’, com barracas de doces, salgados, outras iguarias e artesanatos na Praça do Bonfim.

Baixe

Programação da Festa Jubilar do Senhor do Bonfim 2020

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108075 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]