Setor de serviços da Bahia cresce 1,0% de setembro para outubro de 2019, diz IBGE

Tabela do IBGE apresenta dados do setor de serviços da Bahia, referentes de setembro para outubro de 2019.Tabela do IBGE apresenta dados do setor de serviços da Bahia, referentes de setembro para outubro de 2019.
Tabela do IBGE apresenta dados do setor de serviços da Bahia, referentes de setembro para outubro de 2019.

Tabela do IBGE apresenta dados do setor de serviços da Bahia, referentes de setembro para outubro de 2019.

Setor de serviços da Bahia cresce 1,0% de setembro para outubro de 2019. A queda no volume do setor de serviços baiano em outubro frente ao mesmo mês de 2018 (-1,6%) foi resultado do desempenho negativo de três das cinco atividades investigadas no estado, diz  Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em termos de magnitude da taxa, o segmento de outros serviços (-11,4%) apresentou o pior resultado, caindo pelo sétimo mês consecutivo (desde abril). Trata-se de um grupo muito diverso de atividades, mas que tem um peso relativamente baixo na estrutura geral do setor de serviços no estado.

Quem mais contribuiu para o desempenho negativo geral dos serviços baianos, em outubro, foi a queda verificada nos serviços de informação e comunicação (-5,8%). O grupo tem o segundo maior peso no setor e vem mostrando, na Bahia, desempenho bem diferente da média nacional.

No estado, o volume dos serviços de informação e comunicação cai seguidamente há quase dois anos e meio (29 meses), desde junho de 2017. No Brasil como um todo, o segmento apresenta resultados majoritariamente positivos, na comparação com o mesmo mês do ano anterior, desde junho de 2018.

Em outubro, na Bahia, o resultado geral do volume de serviços não foi pior graças, sobretudo, ao desempenho dos serviços profissionais, administrativos e complementares (2,2%), que, mais uma vez, deram a principal contribuição positiva no mês.

O segmento também tem peso importante na estrutura do setor no estado e cresceu pelo terceiro mês consecutivo. Ele e reúne muitas atividades direcionadas às empresas (ligadas às áreas jurídica, contábil, de segurança, assessorias e consultorias em diversos campos, agências de viagem, entre outras).

Após recuar em setembro, turismo baiano retoma resultados positivos, tanto frente ao mês anterior (3,1%) quanto em relação a outubro de 2018 (2,0%)

Em outubro, o volume das atividades de serviços ligadas ao turismo na Bahia retomou a sequência de resultados positivos que havia sido interrompida em setembro e avançou tanto frente ao mês imediatamente anterior (3,1%) quanto na comparação com outubro de 2018 (2,0%).

No confronto com setembro (3,1%), ajustado sazonalmente, o turismo baiano teve um resultado acima da média nacional (1,5%) e o 4º melhor entre os 12 estados em que o agregado de atividades turísticas é investigado separadamente. Foi também o melhor resultado, nessa comparação, desde outubro de 2015 (3,8%).

Frente ao mesmo mês do ano anterior, o desempenho do turismo na Bahia (2,0%), apesar de positivo, ficou abaixo da média do país (4,2%) e foi pior também do que o verificado em outubro de 2018 (2,7%).

Com o resultado do mês, as atividades ligadas ao turismo no estado seguem em alta tanto no acumulado no ano de 2019 (1,8%) quanto nos 12 meses encerrados em outubro (1,9%).

Embora ambos os indicadores acumulados estejam abaixo do Brasil como um todo (2,5% nas duas comparações), são os melhores para a Bahia desde 2014.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]