Senador Jaques Wagner cobra definição no PT e lideranças defendem Robinson Almeida como pré-candidato à prefeito de Salvador

Plenária promovida pelo deputado Robinson Almeida defendeu nome do partido para disputa da Prefeitura de Salvador.

Plenária promovida pelo deputado Robinson Almeida defendeu nome do partido para disputa da Prefeitura de Salvador.

O senador Jaques Wagner cobrou, neste sábado (30/11/2019), definição do Partido dos Trabalhadores em relação a pré-candidatura do partido à prefeitura de Salvador nas eleições de 2020. O ex-governador participou da Plenária de prestação de contas do Mandato do Deputado Estadual Robinson Almeida, realizada no auditório da Assembleia Legislativa. O parlamentar petista é um dos 5 nomes colocados à disposição do partido para disputar a prefeitura da capital baiana em 2020 e foi “ovacionado” candidato por lideranças da capital e do interior do Estado.

“Eu sou suspeito, óbvio que todos os companheiros nosso tem valor, Robinson é um nome jovem. Temos o desafio do ano que vem, não temos coligação proporcional, que acho uma boa medida pra política. Sei que Robinson colocou o nome dele à disposição do partido. Sou da tese de que o Partido tem que ter direito à um candidato próprio. Robinson já conversou comigo sobre o lançamento da pré-candidatura, e eu disse a ele que a primeira coisa que a gente tem que fazer é que quem tem 5 candidatos não tem nenhum. Já estamos em dezembro, se demorar vamos fazer que nem em 2016, demorou, quando resolveu lançar Alice, em cima da hora, não deu pra organizar a campanha e o baixinho ficou achando que era retado”, refletiu o ex-governador, em referência ao resultado das eleições de 2016. No evento, em que lideranças apontavam o nome de Robinson como de renovação, Wagner disse que irá ajudar na construção de uma candidatura própria do partido junto com o governador Rui Costa e os presidentes dos diretórios municipal e estadual do partido, Ademário Costa e Éden Valadares para derrotar o grupo liderado por ACM Neto.

Entre as lideranças que defenderam o nome do deputado estadual como candidato do PT nas eleicoes majoritárias de 2020 na capital baiana, estão os deputados federais Afonso Florence e Zé Neto, os prefeitos de Cruz das Almas, Dom Macedo Costa, Antônio Cardoso, respectivamente, Orladinho Pereira, Guito e Toinho, além do ex-prefeito de Nova Fátima, Manoelzinho. A tese também foi defendida por lideranças de bairros populares da capital, como o diretor do Sindicato dos Rodoviários, Tiago Ferreira, de movimentos sociais, como de catadores de materiais recicláveis, de entidades sindicais e representantes dos agentes comunitários de saúde.

“Robinson é uma liderança política que antes mesmo de ser parlamentar já tinha uma potência de formulação de programa. Ele é portador de uma capacidade de construir dialogando, com a sociedade civil organizada, um programa de uma Salvador includente, generosa com seu povo, provendo políticas públicas de acessibilidade, de acesso à água, de saneamento, da qualidade da escola pública, da qualidade da atenção básica na saúde, sobre emprego e renda. Ninguém no PT, ainda mais fora, traz essa capacidade que o deputado Robinson tem. Por isso eu tenho convicção de que quando o debate for instalado, com o apoio social por ser oriundo das lutas sociais, essa candidatura vai ganhar corpo, vai ganhar dentro do PT e vai ganhar em Salvador”, afirmou o deputado federal Afonso Florense, para quem a definição oficial do partido deve ocorrer até março de 2020. “No início do ano que vem haverá registros, haverá debates e aglutinação de pré-candidaturas, acho que não deverá ter prévias, mas temos um tempo aí até convenção partidária, estamos falando aí do primeiro semestre, meio do primeiro semestre de 2020”, concluiu.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]