Roda-gigante e tirolesa são opções de lazer e aventura na edição 2019-2020 da Virada Salvador

Roda-gigante e a tirolesa são garantia de diversão e aventura para quem quer curtir a festa além dos shows no palco da Arena Daniela Mercury. Além da brincadeira, ambos os equipamentos ofertam ainda a possibilidade de desfrutar do belíssimo visual do festival e de parte do litoral da capital baiana.
Roda-gigante e a tirolesa são garantia de diversão e aventura para quem quer curtir a festa além dos shows no palco da Arena Daniela Mercury. Além da brincadeira, ambos os equipamentos ofertam ainda a possibilidade de desfrutar do belíssimo visual do festival e de parte do litoral da capital baiana.
Roda-gigante e a tirolesa são garantia de diversão e aventura para quem quer curtir a festa além dos shows no palco da Arena Daniela Mercury. Além da brincadeira, ambos os equipamentos ofertam ainda a possibilidade de desfrutar do belíssimo visual do festival e de parte do litoral da capital baiana.
Roda-gigante e a tirolesa são garantia de diversão e aventura para quem quer curtir a festa além dos shows no palco da Arena Daniela Mercury. Além da brincadeira, ambos os equipamentos ofertam ainda a possibilidade de desfrutar do belíssimo visual do festival e de parte do litoral da capital baiana.

Marcas registradas do Festival Virada Salvador, a roda-gigante e a tirolesa são garantia de diversão e aventura para quem quer curtir a festa além dos shows no palco da Arena Daniela Mercury. Além da brincadeira, ambos os equipamentos ofertam ainda a possibilidade de desfrutar do belíssimo visual do festival e de parte do litoral da capital baiana. Costumam ser os melhores pontos de fotos.

Gratuitas, as duas alternativas de lazer funcionarão em todos os dias do festival. Até a terça-feira (31), a roda-gigante começa a operar às 16h e a tirolesa às 15h, encerrando, ambos, às 2h. Já na quarta-feira (01), começam às 15h e terminam às 22h.

Gôndolas – Com 36 metros de altura e 100 mil lâmpadas de LED, a roda-gigante comporta até 140 pessoas em cada passeio, distribuídas em 24 gôndolas – com limite de seis pessoas em cada uma. Para que todos possam desfrutar do atrativo, que este ano está mais perto do palco, o brinquedo é adaptado para pessoas com deficiência. Uma das cabines tem toda a estrutura para uma cadeira de rodas e um acompanhante. Cada participante tem direito a uma volta.

No Festival Virada Salvador do ano passado, pelo menos 45 mil pessoas utilizaram o brinquedo, que é a maior roda-gigante desmontável da América Latina. O equipamento chegou ao Brasil em 2015. Além do Festival Virada Salvador, a roda-gigante já passou por eventos como o Rock in Rio e o Lollapalooza.

Prédio de cinco andares – Para os amantes de emoções mais fortes, a tirolesa é uma boa opção. O brinquedo tem altura de 15 metros do chão, o equivalente a um prédio de cinco andares. Para ter acesso a descida do equipamento é preciso enfrentar uma verdadeira maratona que exige muito preparo físico. São cinco lances de escadas até chegar à parte alta do brinquedo.

O acesso à tirolesa é liberado gratuitamente a pessoas de, no máximo, 120 quilos e a partir de cinco anos. Por motivo de segurança, gestantes devem evitar utilizar a tirolesa. De acordo com a equipe de montagem, a cada uma hora 90 pessoas escorregam pelos 150 metros do brinquedo. A estimativa é que 10 mil pessoas brinquem durante os cinco dias do evento, ultrapassando a marca do ano no passado, que foi de 7,1 mil usuários.

Amor nas alturas: do parquinho do interior à roda-gigante do festival

A Arena Daniela Mercury, palco do Festival Virada Salvador, é também o point para a diversão familiar e para o passeio dos casais. Já consolidada, a roda-gigante atrai um público cativo, que busca por uma visão panorâmica do festival, pelas selfies e também pelo clima romântico.

Parece que foi ontem que Francisca da Silva, de 69 anos, e Silvestre Lúcio Alves, 70, esperavam pelo parquinho no interior da Bahia para dar um passeio romântico na década de 1980. Hoje, vindo para o festival, eles voltaram no tempo e reviveram o momento do parquinho que marcou o namoro dos dois.

“Era um momento mágico, mesmo com uma roda-gigante pequena. Para nós dois, tudo era novidade, nos beijávamos apaixonados. De certa forma, dar uma volta no brinquedo do festival hoje é reviver essa história”, conta a auxiliar de creche aposentada que veio ao festival exclusivamente para dar um passeio e brincar na roda-gigante ao lado dos filhos e netos.

Ansiedade – Quem também estava ansiosa para dar uma volta na roda-gigante foi a estudante Vanessa Lima, de 23 anos. “Essa é a minha primeira vez no evento e a primeira vez que entro em uma roda-gigante desse tamanho. Fiquei ansiosa no início e agora, daqui de cima, estou adorando a vista. Dá pra ver o público chegando, todo o palco e o mar à direita. Gostei muito. Vai ficar registrado na foto e na memória”.

Pertinho do palco – Esse ano, a roda-gigante está mais pertinho do palco, portanto é possível ver melhor os artistas que se apresentam. Por isso, a expectativa é que o público do brinquedo seja ainda maior nessa edição, passando de 55 mil (do ano passado passada) para 65 mil durante os cinco dias de festival.

Gratuito, o equipamento é o maior brinquedo desmontável da América Latina e atração de eventos como o Rock in Rio. Ela segue funcionando em todos os dias do festival, de 16h as 2h, exceto no dia 1°, quando vai operar das 15h às 22h. Ao lado da tirolesa, ela é uma alternativa de lazer entre uma apresentação e outra.

De longe é possível se admirar com a iluminação do brinquedo composto por 100 mil lâmpadas de LED. A roda-gigante tem 36 metros de altura – equivalente a um prédio de 12 andares – e comporta até 140 pessoas em cada passeio, distribuídas em 24 gôndolas, com limite de seis pessoas em cada uma.

Para que todos possam desfrutar do atrativo, o brinquedo é adaptado para pessoas com deficiência. Uma das cabines tem toda a estrutura para uma cadeira de rodas e um acompanhante. Cada participante tem direito a uma volta.

Francisca da Silva, de 69 anos, e Silvestre Lúcio Alves, 70 voltaram no tempo e reviveram o momento do parquinho que marcou o namoro dos dois.
Francisca da Silva, de 69 anos, e Silvestre Lúcio Alves, 70 voltaram no tempo e reviveram o momento do parquinho que marcou o namoro dos dois.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 114948 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.