Prefeito Colbert Martins Filho entrega escrituras à moradores da comunidade Fonte de Lili em Feira de Santana

Prefeito Colbert Martins Filho destaca função social do direito a propriedade.

Prefeito Colbert Martins Filho destaca função social do direito a propriedade.

O riso aberto foi a única reação comum aos mais de cem moradores da Fonte do Lili, comunidade localizada entre a Queimadinha e o conjunto Wilson Falcão, que receberam es escrituras das suas casas, beneficiados pelo programa de regularização fundiária da Prefeitura de Feira de Santana.

A alegria de se tornar oficialmente donos dos imóveis era liberada em gritos baixos, vivas ou tímidos levantamentos dos braços, como se comemorasse um gol. Na verdade, vibraram com a nova realidade. A segurança de que aqueles aguardados papeis lhes davam a posse do bem.

Oscar Canuto de Jesus disse que conheceu não apenas Lili, que dá nome à localidade, como a mãe dele, dona Maria. “Quando cheguei aqui tinha a bodega de Matias e algumas casas ao redor da fonte”. Disse que nunca perdeu a esperança da posse do imóvel onde mora há mais de meio século.

“A casa agora é nossa”, comemorou Oscar Canuto. A frase foi repetida não poucas, mas dezenas de vezes pelos moradores. As feições revelavam o que sentiam naquele momento da assinatura do documento. “Agora vou ficar ainda mais tranquila”, comemorou Maria Helena.

São casas que passaram de pais para filhos. É o caso de Rosali Santos Normândio, herdeira da casa onde moraram seus pais. “É uma felicidade enorme porque sei que a nossa humilde casa um dia vai ser dos meus filhos”.

O prefeito Colbert Filho, que estava acompanhado pelo secretário de Habitação, Eli Ribeiro, disse que a escritura da segurança para todos os beneficiados. “Agora eles são legalmente donos destes imóveis, e poderão deixar como herança para seus descendentes”.

O programa já beneficiou moradores do Jussara e do George Américo. Na Fonte de Lili, o número de beneficiados chegou a 241. Cerca de 50 não assinaram a documentação porque não tem CadÚnico, que é espécie de Raio X social, uma das condições para que tenham acesso ao programa.

Foram orientados a procurar o Cras localizado à rua Alcides Fadiga para fazer o documento – deverá apresentar documentos pessoais de toda a família e comprovante de residência.

Uma nova data vai ser marcada para a entrega do restante da documentação. Quem recebeu a  escritura foi orientado a se dirigir ao 1º Cartório de Registro Civil de Imóveis, na Kalilândia, para registrar a escritura. O serviço é gratuito.

Moradores da comunidade da Fonte de Lili apresenta escritura do imóvel, emitida pela Prefeitura de Feira de Santana.

Moradores da comunidade da Fonte de Lili apresenta escritura do imóvel, emitida pela Prefeitura de Feira de Santana.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]