Palácio Arquiepiscopal de Salvador abriga Centro de Referência da História da Igreja Católica no Brasil

Fachada do Palácio Arquiepiscopal de Salvador (Palácio da Sé), , situado na Praça da Sé, Centro Histórico de Salvador.

Fachada do Palácio Arquiepiscopal de Salvador (Palácio da Sé), , situado na Praça da Sé, Centro Histórico de Salvador.

Centro Administrativo e Pastoral da Igreja Católica no Brasil por mais de 100 anos, o Palácio Arquiepiscopal de Salvador, o Palácio da Sé, foi reaberto à população da Bahia neste mês de dezembro de 2019, após restauração do imóvel. Tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 1938, o palácio será transformado em equipamento cultural e abriga o Centro de Referência da História da Igreja Católica no Brasil.

Com investimentos de R$ 9,1 milhões captados via Lei de Incentivo à Cultura, a obra de recuperação do imóvel durou quatro anos e incluiu a revitalização da coberta, a restauração do forro e a pintura da fachada. O palácio se encontrava fechado há mais de duas décadas.

Após a reforma, funcionará no prédio o Centro de Referência da História da Igreja Católica no Brasil. “O Palácio da Sé é uma referência na história da Igreja de Salvador, afinal desde o começo do século XVIII ele serviu aos bispos, serviu a vários arcebispos e foi também um centro da pastoral da Arquidiocese”, afirma Dom Murilo Krieger.

No térreo do palácio, será instalada uma área para exposições. O espaço foi inaugurado com uma mostra de presépios da coleção particular do engenheiro e arquiteto Celso Basto de Oliva. Haverá ainda uma exposição de móveis dos séculos XVII e XVIII com curadoria do antiquário Sérgio Caloula.

O primeiro pavimento do Palácio conta com a exposição permanente A Igreja e a formação do Brasil, composta de acervo próprio e bens históricos remanescentes de outros prédios religiosos, como a antiga Catedral da Sé. Também receberá a sala do Laboratório de Conservação e Restauração Reitor Eugênio Veiga (LEV), que conta com um acervo de mais de 16 mil documentos históricos restaurados.

NO segundo andar funcionará o Centro Administrativo da Arquidiocese de São Salvador da Bahia. Esta área abrigará o arcaz da antiga Igreja da Sé, a galeria dos Bispos e Arcebispos da Bahia e Primazes do Brasil, além de um espaço dedicado ao arcebispo Sebastião Monteiro da Vide, responsável pela construção do Palácio.

Palácio Arquiepiscopal

Localizado no Centro Histórico de Salvador, o palácio foi construído no século XVIII, em torno de um pátio. O prédio é considerado um dos melhores exemplos de arquitetura civil do período colonial no país.

O imóvel de três pavimentos e quatro corpos de construção foi erguido em torno de um pátio interno. A entrada é marcada por um portal de pedra de lioz portuguesa decorado com um brasão de D. Sebastião Monteiro da Vide, arcebispo de Salvador na época. As janelas dos dois primeiros pisos são de peitoril e o pavimento nobre tem janelas com balcões e grades de ferro.

Confira imagens

Loading Images
wpif2_loading
Interior do Palácio Arquiepiscopal de Salvador (Palácio da Sé)
Interior do Palácio Arquiepiscopal de Salvador (Palácio da Sé)
Interior do Palácio Arquiepiscopal de Salvador (Palácio da Sé)
Interior do Palácio Arquiepiscopal de Salvador (Palácio da Sé)
Interior do Palácio Arquiepiscopal de Salvador (Palácio da Sé)
Interior do Palácio Arquiepiscopal de Salvador (Palácio da Sé)
Interior do Palácio Arquiepiscopal de Salvador (Palácio da Sé)
Interior do Palácio Arquiepiscopal de Salvador (Palácio da Sé)
Vista externa do Palácio Arquiepiscopal de Salvador (Palácio d
Fachada do Palácio Arquiepiscopal de Salvador (Palácio da Sé), situado na Praça da Sé, Centro Histórico de Salvador
Fachada do Palácio Arquiepiscopal de Salvador (Palácio da Sé), , situado na Praça da Sé, Centro Histórico de Salvador

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]