Homenagens são aprovadas pela Câmara Municipal de Feira de Santana

Plenário da Câmara Municipal de Feira de Santana.
Plenário da Câmara Municipal de Feira de Santana.
Plenário da Câmara Municipal de Feira de Santana.
Plenário da Câmara Municipal de Feira de Santana.

Professora de Ipirá é contemplada com o Título de Cidadã Feirense

“Eu suponho que vocês estão se perguntando: Como assim, um semianalfabeto pode falar com propriedade sobre Educação? Posso falar sim, sobre o quanto ela faz falta na vida das pessoas”. Com esta declaração forte e marcada pela emoção, o vereador João dos Santos (João Bililiu) iniciou a saudação aos convidados para a sessão solene na noite desta terça-feira (03/12/2019), para outorgar o Título de Cidadã Feirense à professora e advogada Geruza Gomes dos Santos.

E ele pode falar mesmo sobre as dificuldades de acesso à Educação para um menino pobre, sem condições e incentivo para se dedicar aos estudos, o que deixou marcas profundas, conforme admitiu. “Minha ausência no meio acadêmico, no entanto, fez aumentar ainda mais a admiração e o respeito pelos professores, que são a materialização do que precisamos ser e saber”, afirmou o vereador, acrescentando que cada oportunidade para homenagear um professor é motivo de festa.

Ele justificou a indicação de Geruza Gomes para receber a cidadania feirense pela bela história que a mesma construiu na cidade, que transformou em sua “casa”, com uma relação de amor, cumplicidade e gratidão. A homenageada, que é graduada em Direito desde 1995, é natural do Município de Ipirá (distrito de Malhador). Em Feira de Santana constituiu família – é mãe do jovem Felipe Gomes Nunes – e ganhou posição de destaque tanto na área do Direito como no meio acadêmico.

Geruza atuou na advocacia em Araguaiana (TO) e Salvador. Em 1998 veio para Feira de Santana e, entre processos e audiências, a docência começou a ganhar espaço. Atualmente é coordenadora do curso de Direito da UniFTC Feira de Santana, onde também exerce a docência inclusive na pós-graduação, e é professora da Faculdade de Ciências Educacionais (FACE) e Faculdade Maria Milza (FAMAM. Recentemente foi aprovada avaliadora do INEP/MEC, para reconhecimento dos cursos de Direito no Brasil.

Parafraseando o psiquiatra suíço Carl Jung, Geruza Gomes disse que é possível conhecer todas as teorias e dominar todas as técnicas, mas sinalizou que “ao tocar uma alma humana, seja apenas outra alma humana”. Agradecida e feliz, a nova cidadã feirense afirmou que a teoria é muito bonita, mas a prática é fundamental para dar acesso à justiça e melhores condições de vida às pessoas, o que só pode ser feito por meio da educação. “Essa é a nossa função”, destacou.

Sobre o título, que classificou como “uma oferta”, ela confessou que era um sonho agora realizado, como tantos outros alimentados pela profissional que, ainda menina, chegou a andar dois quilômetros e meio por dia para estudar. De família pobre, agradeceu aos pais Edézio dos Santos e Joselita Tanan Gomes, grandes incentivadores. Como professora, disse ter aprendido a ver o indivíduo como quem quer aprender e também como ser humano, citando a necessidade de se praticar, de fato, a empatia, que se tornou a “palavra do século”.

“Precisamos dizer mais sim do que não. Sim para a educação, a vida, a caridade, a humanidade. Não só ao que é ruim”, defendeu a advogada e professora, que disse sentir-se totalmente à vontade na tribuna da Casa da Cidadania, “um lugar onde devemos nos sentir o lugar onde devemos nos sentir acolhidos”, conforme ressaltou. O discurso de Geruza Gomes foi pontuado pela gratidão e dirigido aos familiares, amigos, colegas do Direito e da Docência e autoridades, que lotaram a galeria e o plenário.

A sessão foi conduzida pelo vereador José Carneiro Rocha, que compôs a Mesa de Honra ao lado de Paulo Aquino, chefe de Gabinete, representando o prefeito Colbert Martins da Silva Filho; professor Cristiano Lôbo, Reitor da UniFTC Feira de Santana; ex-vereador Fábio Lucena; Darlan Gomes dos Santos e a homenageada. Professores estudantes da UniFTC prestigiaram a solenidade.

Doutor Arnaldo Gonçalves Bastos Júnior receberá Cidadania Feirense

Câmara Municipal aprovou, mediante sessão extraordinária e por unanimidade dos presentes, o Projeto de Decreto Legislativo de nº 073/2019, de autoria do vereador Luiz Augusto de Jesus – Lulinha (DEM), que concede o Título de Cidadão Feirense ao médico Arnaldo Gonçalves Bastos Júnior, que é natural do município de salvador, estado da Bahia.

A honraria é concedida a pessoas que tenham prestado relevantes e notórios serviços ao Município e ao seu povo, ou pela realização, no campo das artes, letras, ciências, desportos e educação, de trabalho que tenha contribuído, de maneira significativa, para o aperfeiçoamento moral, intelectual e material da humanidade, para defesa e salvaguarda da paz ou combate ao sofrimento, à miséria e ao subdesenvolvimento dos povos.

De acordo com a proposição, a Mesa Diretiva da Câmara Municipal providenciará a confecção do referido Título, que será entregue em sessão solene, convocada especialmente para este fim.

As despesas decorrentes da execução deste Decreto correrão por conta de verba existente na Secretaria da Casa.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109870 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]