Fernando Torres indica secretário, elogia José Ronaldo e diz que prefeito Colbert Martins Filho faz “grande gestão”; PSD de Feira de Santana não participará da aliança com PT nas eleições de 2020

Filiado ao PSD, ex-deputado Fernando Torres elogia Colbert Martins Filho e José Ronaldo, e diz que governo do estado falha na segurança pública do povo de Feira de Santana. Ex-parlamentar tem perfil conflituoso e foi avaliado negativamente quando secretário estadual do Governo Rui Costa.

Filiado ao PSD, ex-deputado Fernando Torres elogia Colbert Martins Filho e José Ronaldo, e diz que governo do estado falha na segurança pública do povo de Feira de Santana. Ex-parlamentar tem perfil conflituoso e foi avaliado negativamente quando secretário estadual do Governo Rui Costa.

Durante solenidade de posse dos novos secretários municipais de Ferira de Santana ocorrida nesta quinta-feira (05/12/2019), o presidente municipal do PSD e ex-deputado federal Fernando Torres discursou entusiasmado sobre a gestão do prefeito Colbert Martins Filho (MDB), confirmando o apoio da legenda ao grupo político liderado pelo emedebista, durante eleição majoritária de 2020.

Na sequência, destacou o trabalho realizado pelo ex-prefeito de Feira de Santana José Ronaldo (DEM). “Grande líder político e excelente gestor público”, disse Fernando Torres.

Ao criticar a segurança pública estadual no município de Feira de Santana, explicou que a indicação do coronel da reserva Moacir Lima Santos, para a Secretaria de Prevenção à Violência (SEPREV), tem a finalidade de contribuir com a melhoria dos indicadores de segurança e redução da violência.

Vereador em 2020

Em momento pregresso, Fernando Torres declarou que iria concorrer, em 2020, ao legislativo municipal e durante o evento desta quinta-feira (05) elogiou o ex-vereador David Neto. Indicando, com isso, o desejo de eleger dois edis. Cenário que deverá encontrar dificuldade, haja vista que, na eleição de 2018, o político conseguiu número reduzido de votos para os candidatos que apoiou.

Passagem na SEDUR

Fernando Torres atuou como secretário estadual de Desenvolvimento Urbano (SEDUR) durante curto período da gestão do primeiro mandato de Rui Costa (PT), na cota do aliado político e presidente estadual do PSD senador Otto Alencar.

A passagem pela pasta foi marcada por conflitos e insatisfações. Torres tinha apenas poder homologatório e o pouco espaço político conquistado no governo estadual, em conjunto com o trabalho desenvolvido, foram avaliados negativamente por membros da equipe de Rui Costa. Na época, desavenças entre Fernando Torres e Otto Alencar foram publicadas em sites de notícias, demonstrando que Torres é de difícil diálogo, adepto ao conflito e a imposição.

2020, MDB x PT

Com o apoio do PSD ao MDB, o PT de Feira de Santana, liderado pelo deputado federal José Cerqueira Neto (Zé Neto), perde o apoio de um partido aliado, que contribuiu para as eleições de Jaques Wagner e de Rui Costa ao governo da Bahia.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).