Feira de Santana: Famílias com residência fixa se passam por sem-teto para arrecadar donativos

Técnicos da SEDESO verificaram a situação em que as famílias se encontravam nas barracas, orientaram sobre a necessidade de retornarem aos seus lares e alertaram sobre a proibição de levarem crianças.
Técnicos da SEDESO verificaram a situação em que as famílias se encontravam nas barracas, orientaram sobre a necessidade de retornarem aos seus lares e alertaram sobre a proibição de levarem crianças.
Técnicos da SEDESO verificaram a situação em que as famílias se encontravam nas barracas, orientaram sobre a necessidade de retornarem aos seus lares e alertaram sobre a proibição de levarem crianças.
Técnicos da SEDESO verificaram a situação em que as famílias se encontravam nas barracas, orientaram sobre a necessidade de retornarem aos seus lares e alertaram sobre a proibição de levarem crianças.

Aproveitando o período natalino em que a sociedade está mais sensível às doações, várias famílias com residência fixa se passam por sem-teto e ficam acampadas no Anel de Contorno, para conseguir donativos.

As famílias foram denunciadas por populares que as reconheceram pela prática antiga, a mesma também adotada pela maioria neste período no ano passado. Se revezavam no local, durante o dia, em mais de 10 barracas de lona, e no final da tarde retornavam aos seus lares, com um caminhão recolhendo os donativos.

Para evitar a prática, o Governo Municipal promoveu um Plano de Ação Social Emergencial, coordenado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SEDESO), departamentos e equipamentos desta secretaria, com apoio da Guarda Municipal e Conselhos Tutelares I II.

Os técnicos da SEDESO verificaram a situação em que as famílias se encontravam nas barracas, orientaram sobre a necessidade de retornarem aos seus lares e alertaram sobre a proibição de levarem crianças.

Com a abordagem social, as famílias se comprometeram a deixar os locais e retornarem aos seus lares até o fim do dia.

O secretário da SEDESO, Pablo Roberto Gonçalves, acompanhou a ação e orienta a comunidade a não fazerem doações às pessoas que se encontrarem nestas localidades, ao longo do Anel de Contorno, trecho entre o CSU, Viaduto da avenida Maria Quitéria e rua Tupinambás, próximo ao viaduto da avenida João Durval.

“Quem desejar fazer doações pode encaminhar para três postos de arrecadação existentes na cidade: a TV Subaé, o posto de arrecadação do 35° BI e a sede da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, BA avenida Senhor dos Passos, 212”, orienta o secretário.

A ação foi coordenada pelo diretor do Departamento de Proteção Social SUAS, Cristiano Queiroz, junto com as equipes de proteção básica especial CREAS, Equipes de Abordagem e Centro Pop.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112875 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]