Deputados Zé Neto e Robinson Almeida realizam audiência pública para discutir regularização de transporte complementar de Feira de Santana

Cartaz anuncia audiência pública sobre regularização de transporte complementar de Feira de Santana.

Cartaz anuncia audiência pública sobre regularização de transporte complementar de Feira de Santana.

Nesta segunda-feira (02/12/2019), os mandatos do deputado federal José Cerqueira Neto (Zé Neto, PT) e do deputado estadual Robinson Almeida (PT) realizam uma Audiência Pública, na Associação Comercial de Feira de Santana (Acefs), às 9 horas, para discutir as dificuldades e os desafios dos feirenses em relação ao transporte coletivo da cidade.

De acordo com Zé Neto, o transporte coletivo é um dos problemas mais graves que Feira enfrenta. “Nos anos 90 fui advogado do Sindicato das Kombis, que propôs e construiu um sistema alternativo de vans, que funcionava adequadamente, e fez o sistema de transporte coletivo de massa em nosso município crescer, podendo atender às grandes demandas da cidade. Eu diria que foi o melhor momento que a gente viu as empresas de ônibus com competitividade, a população confiando no sistema de transporte coletivo e as vans funcionando plenamente. Praticamente já acabaram com esse sistema. O sistema de ônibus vem passando por grandes dificuldades e o uso do transporte coletivo de massa, que era algo em torno de 40% da população, hoje cai para números absurdos que não chegam a 14%”, destaca.

Zé Neto ressalta que o BRT foi um empreendimento que teve todo apoio do Governo Federal. “Na época da ex-presidenta Dilma e do nosso ex-Governador Jaques Wagner, os recursos chegaram em Feira. Mas depois, o poder público instituído aqui no Município recebeu os recursos e foi mudando todo o roteiro do projeto, e o que nós estamos vendo hoje é uma tragédia que não vai funcionar e não vai trazer nada de novo para a vida das pessoas que precisam de transporte coletivo”.

Zé Neto afirma ainda que esse é um tema que tem que ser debatido, pois “precisamos muito ouvir quem estuda, quem vive e quem, no dia a dia, sofre com todo esse problema. O fato é que temos uma grave adversidade pra enfrentar na cidade que precisa ser debatida, ouvir a população e tentar reunir forças com o poder público instituído. Esse é, sem dúvida, o único caminho a trilhar”.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).