OEA encontrou “irregularidades” e “manipulações” em auditoria das eleições na Bolívia; Oposição na Bolívia diz que presidente Evo Morales não deve ser candidato em nova eleição

Evo Morales, presidente da Bolívia.
Evo Morales, presidente da Bolívia.
Evo Morales, presidente da Bolívia.
Evo Morales, presidente da Bolívia.

A Organização dos Estados Americanos (OEA) encontrou “irregularidades” e “manipulações do sistema de informática” ao auditar as eleições nas quais o presidente da Bolívia, Evo Morales, saiu vencedor, recomendando neste domingo (10/11/2019) a realização de um novo pleito.

“Foram encontradas irregularidades, variando de muito graves a indicativas. Isso leva a equipe de auditoria técnica a questionar a integridade dos resultados das eleições de 20 de outubro passado”, afirmou a OEA em comunicado à imprensa

“No componente de informática, graves falhas de segurança foram descobertas”, acrescentou a entidade, em um relatório preliminar.

Candidato da oposição na Bolívia diz presidente Evo Morales não deve ser candidato em nova eleição

O candidato boliviano da oposição, Carlos Mesa, disse neste domingo que o presidente Evo Morales não deve ser candidato em novas eleições depois que a Organização dos Estados Americanos (OEA) encontrou sérias irregularidades em uma votação ocorrida em 20 de outubro.

Morales afirmou neste domingo que concordaria com as novas eleições depois da divulgação do relatório preliminar da OEA.

O documento, divulgado neste domingo, apontou que a votação de outubro deveria ser anulada depois de encontrar “manipulações claras” do sistema de votação, o que significava que não era possível verificar o resultado.

Morales, que chegou ao poder em 2006 como o primeiro líder indígena da Bolívia, defendeu sua vitória nas eleições, mas disse que seguiria as conclusões da auditoria da OEA.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109913 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected].