Feira de Santana: Vereador solicita campanhas contra obesidade e mutirão de redução de mama

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Cadmiel Pereira: a maioria das cirurgias está acontecendo em Salvador, porque Feira não tem credenciamento suficiente. Há pacientes que precisam urgentemente de serem submetidos à esta cirurgia, como os obesos mórbidos.
Cadmiel Pereira: a maioria das cirurgias está acontecendo em Salvador, porque Feira não tem credenciamento suficiente. Há pacientes que precisam urgentemente de serem submetidos à esta cirurgia, como os obesos mórbidos.
Cadmiel Pereira: a maioria das cirurgias está acontecendo em Salvador, porque Feira não tem credenciamento suficiente. Há pacientes que precisam urgentemente de serem submetidos à esta cirurgia, como os obesos mórbidos.
Cadmiel Pereira: a maioria das cirurgias está acontecendo em Salvador, porque Feira não tem credenciamento suficiente. Há pacientes que precisam urgentemente de serem submetidos à esta cirurgia, como os obesos mórbidos.

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta terça-feira (19/11/2019), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Cadmiel Pereira (PSC) abordou a necessidade de campanhas em relação à cirurgia bariátrica e declarou apoio ao grupo de optometristas, que atuam em Feira de Santana.

“Nas visitas que fiz às comunidades foi abordada a questão da obesidade infantil e necessidade de cirurgia bariátrica. Ainda há dúvidas em relação a esse procedimento. A maioria das cirurgias está acontecendo em Salvador, porque Feira não tem credenciamento suficiente. Há pacientes que precisam urgentemente de serem submetidos à esta cirurgia, como os obesos mórbidos”, pontuou Cadmiel.

E continuou. “Digo à comunidade que a equipe de saúde da família já disponibiliza o primeiro atendimento a estes pacientes e dão o encaminhamento aos atendimentos necessários. Há necessidade da disponibilidade de gastros e cirurgiões para os procedimentos, pois a cidade ainda é muito carente. Contudo, estes especialistas não querem fazer eles pelo SUS por conta dos baixos valores da tabela. Há cirurgias que o valor é R$ 3 a 4 mil e o SUS paga R$ 200 a R$ 300. Dessa forma os profissionais perdem o interesse em fazer o procedimento, principalmente cirúrgico, onde o custo é grande. Não temos unidades hospitalares para resolver a média a alta complexidade. É preciso campanha para cirurgia de mama, obesidade mórbida e ortopedia, que há uma fila muito grande”, pediu.

Cadmiel tratou ainda sobre um grupo de optometristas que atuam na cidade. “Eles visitam a zona rural e querem atuar em escolas e órgãos públicos. Porém, há dificuldade em receber a licença da Vigilância Sanitária. Gostaria de informar que o grupo age de forma legal, com tudo o serviço autorizado e licenciado. Estes profissionais assistem pessoas com problema de vista, mas não mexem no globo ocular”, explicou.

E declarou apoio ao grupo. “Estamos aqui para apoiar, colocamos o mandato à disposição e pedimos ao prefeito que agende audiência pública para discutir melhor este assunto. O grupo pretende fazer ações em escolas e Cras e assistir crianças com dificuldades na educação, que pode ter relação com a visão. Vale lembrar que estes profissionais são reconhecidos pelo Ministério do Trabalho e querem oferecer à Feira a continuidade de um trabalho que já é oferecido a muitas pessoas”, finalizou.

Cadmiel Pereira solicita mutirão de redução de mama

O vereador Cadmiel Pereira (PSC) usou seu tempo na tribuna para expressar sua preocupação com o crescente número de mulheres com hipertrofia mamária (gigantismo mamário), em Feira de Santana.

Em sua fala, Pereira solicitou ao prefeito Colbert Martins da Silva Filho que promova mutirões de redução de mama no município, com intuito de proporcionar qualidade de vida e melhorar a autoestima das feirenses.

“Hipertrofia mamária é um problema que atinge inúmeras mulheres, de várias idades, principalmente jovens que na maioria das vezes sofrem bullying. A mama gigante causa problemas na coluna e, principalmente, na autoestima, podendo causar até depressão. Temos a obrigação de falar sobre esse assunto. Há um tempo houve esse mutirão, mas está precisando fazer novamente”, disse o edil.

Na oportunidade, a vereadora Gerusa Sampaio (DEM) parabenizou o colega pela abordagem do assunto que, em sua opinião, deve ser de grande relevância para a saúde pública municipal. “O senhor trouxe um assunto muito importante. Quero só ressaltar que o cirurgião plástico Dr. César Kelly já realiza um mutirão todo mês de dezembro”, informou.

De volta com a palavra, ele chamou atenção dos colegas para a necessidade de olhar as carências da população. “Devemos promover ações que envolvam o bem-estar da população. Fazer uma campanha e informar as pessoas o que fazer. Peço ao prefeito que olhe com carinho para essa questão”, finalizou.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 122938 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.