Economia digital é ponto forte da Rússia

Vladimir Putin, presidente da Federação Russa, participa da da 11ª Reunião de Cúpula do BRICS no Brasil.
Vladimir Putin, presidente da Federação Russa, participa da da 11ª Reunião de Cúpula do BRICS no Brasil.

Com um Produto Interno Bruto (PIB) de US$ 1,57 trilhão, a Rússia se posiciona como um dos mercados mais atraentes do Brics. Para o Brasil, que tem uma parceria estratégica com a Rússia desde 2002, o momento de obter vantagem do mercado russo ainda não chegou.

Ao contrário, o Brasil está com um déficit comercial de US$ 1,74 bilhão no comércio com a Rússia nos 10 primeiros meses deste ano, resultado de exportações de US$ 1,34 bilhão para aquele país e de importações provenientes do mercado russo de mais de US$ 3 bilhões no mesmo período.

No entanto, a apresentação das 23 ações propostas hoje pelo Conselho Empresarial do Brics (Cebrics) para o incentivo ao comércio e aos investimentos dos países que integram o Brics – Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul – pode significar um novo momento para as relações do Brasil com a Rússia. A entrega do documento foi feita por ocasião do 11ª Reunião de Cúpula do Brics, que ocorre nesta quarta-feira (13) e na quinta-feira (14) em Brasília, que conta com a participação do presidente russo, Vladimir Putin.

Sobre Carlos Augusto 9719 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).