Depois de estragos, Prefeitura de Salvador anuncia Operação Chuva; Defesa Civil emitiu alerta máximo

Reportagens do G1 Bahia noticiam desastre decorrente de falhas na drenagem pluvial de Salvador. Após sete anos como governante da capital da Bahia, ACM Neto deixa como legado sistema ineficiente.
Reportagens do G1 Bahia noticiam desastre decorrente de falhas na drenagem pluvial de Salvador. Após sete anos como governante da capital da Bahia, ACM Neto deixa como legado sistema ineficiente.
Reportagens do G1 Bahia noticiam desastre decorrente de falhas na drenagem pluvial de Salvador. Após sete anos como governante da capital da Bahia, ACM Neto deixa como legado sistema ineficiente.
Reportagens do G1 Bahia noticiam desastre decorrente de falhas na drenagem pluvial de Salvador. Após sete anos como governante da capital da Bahia, ACM Neto deixa como legado sistema ineficiente.

As fortes chuvas que atingem a cidade de Salvador provocaram mais alagamentos e deslizamentos nesta terça-feira (26/11/2019). Diante da situação, o prefeito da capital baiana, ACM Neto (DEM), anunciou medidas em entrevista coletiva a jornalistas, que fazem parte do que foi batizado como “Operação Chuva”.

Hoje, a Defesa Civil da cidade (Codesal) emitiu “alerta máximo”. De acordo com a prefeitura, o volume de chuvas no mês foi o maior em dez anos. Em três horas no dia de hoje choveu o dobro do esperado para o mês de novembro inteiro.

Até o início da noite, já haviam sido contabilizadas 276 ocorrências pela administração municipal. Em diversos bairros, o nível das chuvas fez com que a Defesa Civil tivesse de soar as sirenes. A medida é o sinal para a saída dos moradores de suas casas até locais de abrigamento determinados pelo órgão nas respectivas regiões.

Houve deslizamento na Ladeira do Cacau, em São Caetano, sem vítimas. O deslocamento de terra ocorreu do lado oposto de onde foi feita uma obra de contenção, segundo a prefeitura. A via foi interditada até a conclusão da limpeza pela companhia de limpeza (Limpurb). O secretário de Infraestrutura e Obras Públicas, Bruno Reis, informou que será realizada uma nova obra de encosta no lado do deslizamento.

“Acolhemos todas essas famílias, que foram encaminhadas para locais seguros. Por isso, pedimos sempre a essas pessoas que não insistam em permanecer em áreas de risco e procurem a prefeitura. As equipes da Codesal e da Sempre [Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza] estão sempre prontas para essas famílias. Somente este ano, já pagamos o equivalente a R$10 milhões em auxílios moradias”, disse o prefeito.

Segundo último balanço divulgado pela prefeitura até o início da noite de hoje, 275 pessoas, sendo 183 adultos e 92 crianças, tiveram de deixar seus lares e foram encaminhados a casas de parentes ou locais de acolhimento designados pela prefeitura.

Pelas redes sociais, a prefeitura divulga que segue em regime de plantão pelas ruas da cidade, para minimizar os efeitos das chuvas em excesso.

*Com informações da Agência Brasil.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 106730 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]