Denunciante oferece depoimento a republicanos e presidente Donald Trump busca desmascará-lo

Mark S. Zaid é um advogado americano, com sede em Washington DC, com uma prática focada em leis de segurança nacional, reivindicações constitucionais de liberdade de expressão e responsabilidade do governo. Em 1998, ele fundou o James Madison Project, uma organização dedicada a reduzir o sigilo do governo.
Mark S. Zaid é um advogado americano, com sede em Washington DC, com uma prática focada em leis de segurança nacional, reivindicações constitucionais de liberdade de expressão e responsabilidade do governo. Em 1998, ele fundou o James Madison Project, uma organização dedicada a reduzir o sigilo do governo.
Mark S. Zaid é um advogado americano, com sede em Washington DC, com uma prática focada em leis de segurança nacional, reivindicações constitucionais de liberdade de expressão e responsabilidade do governo. Em 1998, ele fundou o James Madison Project, uma organização dedicada a reduzir o sigilo do governo.
Mark S. Zaid é um advogado americano, com sede em Washington DC, com uma prática focada em leis de segurança nacional, reivindicações constitucionais de liberdade de expressão e responsabilidade do governo. Em 1998, ele fundou o James Madison Project, uma organização dedicada a reduzir o sigilo do governo.

A autoridade norte-americana cuja denúncia levou ao inquérito de impeachment contra o presidente Donald Trump se ofereceu para responder perguntas diretamente aos republicanos no comitê de inteligência que lidera a investigação, disse um de seus advogados no domingo.

Mark Zaid afirmou que a ação foi tomada para combater os esforços republicanos, liderados por Donald Trump, para desmascarar o denunciante, membro da comunidade de inteligência dos Estados Unidos cuja identidade não foi divulgada.

As notícias da oferta foram divulgadas à medida em que Trump pediu, neste domingo, que o denunciante se apresentasse, em uma ruptura das normas nesses casos.

Os republicanos “tentaram expor a identidade de nosso cliente, o que poderia comprometer sua segurança e a de sua família”, escreveu Zaid no Twitter.

Os republicanos reclamam que as regras do inquérito de impeachment na Câmara dos Deputados, liderada pelos democratas, são injustas com eles e que foram restringidos no interrogatório de testemunhas. O inquérito seguiu as regras estabelecidas pela Câmara.

O denunciante inicialmente se ofereceu para responder a perguntas por escrito, se submetendo ao Comitê de Inteligência da Câmara como um todo. Zaid disse que a nova oferta, feita no sábado ao principal republicano do painel, Devin Nunes, reflete o desejo do cliente de tratar a reclamação de maneira não-partidária.

A política de longa data do Comitê de Inteligência tem sido proteger o anonimato dos denunciantes, afirmou Zaid.

Trump está sob crescente pressão enquanto a Câmara dos Deputados avança com a investigação sobre se ele solicitou ajuda da Ucrânia conforme busca a reeleição no próximo ano. Líderes da Câmara esperam iniciar audiências públicas nas próximas semanas.

O inquérito foi iniciado após uma denúncia de um funcionário da inteligência preocupado com o fato de as ações do presidente na Ucrânia serem supostamente ilegais e comprometerem a segurança nacional.

“O denunciante entendeu tão errado que ELE precisa se apresentar. A Mídia Fake News sabe quem ele é, mas, sendo um braço do Partido Democrata, não quer revelá-lo, porque haveria um inferno a pagar. Revele o denunciante e acabe com a fraude do impeachment!”, disse Trump em um post no Twitter.

Trump tem repetidamente atacado o denunciante e pediu que sua identidade seja divulgada. Ele nega qualquer impropriedade e diz que o impeachment é politicamente motivado.

Foi a primeira vez que ele apelou diretamente ao denunciante.

*Com informações de Doina Chiacu e Andrea Shalal, da Agência Reuters.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109696 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]