Chefe de agência financeira do Vaticano renuncia semanas após operação policial

René Bruelhart, advogado suíço de 47 anos.René Bruelhart, advogado suíço de 47 anos.
René Bruelhart, advogado suíço de 47 anos.

René Bruelhart, advogado suíço de 47 anos.

O Vaticano disse nesta segunda-feira (18/11/2019) que o chefe de sua agência financeira deixará o cargo, semanas após operações policiais inéditas na organização e em outra entidade importante da burocracia da Igreja Católica.

René Bruelhart, advogado suíço de 47 anos, disse que renunciou, mas não entrou em detalhes.

A polícia do Vaticano entrou nos escritórios da Autoridade de Informações Financeiras (AIF) e no Secretariado de Estado no dia 1º de outubro, apreendendo documentos e computadores e desencadeando ondas de choque pelo establishment da igreja.

A ação veio na esteira de um mandado de busca obtido pelo próprio procurador do Vaticano que é parte de uma investigação sobre um investimento em um imóvel de Londres feito pelo Secretariado — o coração administrativo da igreja em todo o mundo.

No mês passado, o secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin, admitiu que o acordo não foi transparente e prometeu esclarecê-lo.

O conselho da AIF, comandado por Bruelhart, disse que a agência reguladora não fez nada de errado quando analisou o investimento na propriedade.

Um comunicado do Vaticano disse que Bruelhart partirá na terça-feira, quando seu mandato de cinco anos termina, e que um sucessor será indicado depois que o papa Francisco voltar de uma viagem à Ásia no dia 26 de novembro, sem explicar as razões da saída.

“Eu renunciei”, disse Bruelhart à  por telefone depois que o anúncio foi feito.

*Com informações de Philip Pullella, da Agência Reuters.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]