Vereadores solicitam melhorias para Feira de Santana

Edvaldo Lima: retorno a esta tribuna para tratar sobre obras de pavimentação em ruas indicadas por mim ao Executivo.
Edvaldo Lima: retorno a esta tribuna para tratar sobre obras de pavimentação em ruas indicadas por mim ao Executivo.
Edvaldo Lima: retorno a esta tribuna para tratar sobre obras de pavimentação em ruas indicadas por mim ao Executivo.
Edvaldo Lima: retorno a esta tribuna para tratar sobre obras de pavimentação em ruas indicadas por mim ao Executivo.

Edvaldo pede atendimento de indicações e melhorias para o Tomba

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta quarta-feira (09/10/2019), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o edil Edvaldo Lima (PP) listou as indicações de pavimentação, de sua autoria, em ruas da cidade e pediu ao prefeito interino a partir desta sexta-feira (11), o presidente da Câmara José Carneiro Rocha (PSDB), que autorize o início das obras e pediu melhorias para o bairro do Tomba, principalmente no tocante à limpeza pública.

“Retorno a esta tribuna para tratar sobre obras de pavimentação em ruas indicadas por mim ao Executivo. As ruas Tancredo Neves, 1ª Travessa Tancredo Neves, 2ª Travessa Tancredo Neves, 3ª Travessa Tancredo Neves, Cárcere, Cacique e Rua C já estão com as licitações aprovadas. Porém, outras ainda estão em forma de indicação, são elas: Rua Anita Garibalde, São Geraldo, Fraternidade, Espínola, Salina e Travessa Ipamerin, bairro Sobradinho”, pontuou Edvaldo Lima.

E continuou. “E mais as ruas Luiz Servilha, Alexandre Dumas, Alexandre Fleming, Almirante Barroso, Tassima, 1ª Travessa Tassiam, Taipaz, 2 ª Travessa Taipaz, Água Rosa, De Cima, Travessa Almirante Barroso, Travessa Disneylândia e Leda Martins, bairro Gabriela”, listou.

O vereador pediu que o presidente da Casa, vereador José Carneiro Rocha (PSDB) autorize o início destas obras enquanto prefeito interino. “A maioria delas saiu no pacote de obras, já foram licitadas e outras já saíram no anúncio e espero que minhas indicações sejam atendidas”, pediu.

Tomba

Ainda no uso da tribuna, o vereador pediu mais atenção do Governo para o Bairro Tomba. “Parece que o Governo parou de andar no Tomba, pois está liquidado em serviços simples, como capinação. Peço ao líder governista que me ajude, pois já solicitei ao Governo, à Secretaria e até agora nada chegou lá”, disse.

Em aparte, o edil Luiz da Feira (PC do B) reforçou a reclamação do colega. “Ontem estive na praça do Tomba, o capim está grande demais. Liguei para o secretário e pedi providências, até porque neste final de semana vou fazer um evento lá e o bairro está abandonado. Tenho até vergonha de dizer que sou um vereador daquele bairro. Peço ao prefeito que abrace o Tomba”, ressaltou.

De volta com a palavra, Edvaldo afirmou que está sendo rechaçado pelos moradores por falta de benefícios ao bairro. “Lá temos mais de cinco mil moradores. Eu não estou conseguindo ficar na praça porque estou sendo xingado pelos moradores. Estou vendo a hora de termos que levar cavalos para a praça para aparar o capim. Prefeito, resolva a questão do Tomba. O bairro tem vereadores e parece que não tem ninguém, estamos sendo humilhados por conta do abandono”, pediu.

Também em aparte, o edil Luiz Augusto de Jesus, Lulinha (DEM) afirmou que o colega Edvaldo teria acabado de comemorar atendimento de indicações de pavimentação de ruas, de sua autoria. “Acabou de listar as indicações de pavimentação que foram atendidas e agora está criticando o Executivo? É preciso reconhecer as melhorias que o Município faz na cidade, como inauguração de escolas, creches, praças, quadras e mais”, findou.

Cadmiel pede mais segurança na Bahia e sugere criação de aplicativo para transporte

O edil Cadmiel Pereira (PSC) chamou a atenção do Governo Estadual para o crescente número da violência em toda a Bahia e pediu que fosse agendada uma audiência pública na Casa da Cidadania para tratar sobre transporte remunerado por aplicativo.

“O problema da greve é a falta de governabilidade. É preciso chamar atenção do Governo para atender às melhorias. A população não quer mais saber se tem ou não greve, pois a violência está crescendo a cada dia. Não vemos mais viaturas em bairros periféricos e distritos. Estão todos à mercê da sorte ou da cobertura de Deus, estão todos em risco. A melhoria da violência é uma questão que preocupa a população. O Estado marca de trazer viaturas para Feira, mas elas vão para outros lugares. O Estado precisa dialogar com a classe, ouvir e negociar para que o cidadão não fique sofrendo nenhuma situação de falta de serviço de segurança pública”, pediu Cadmiel Pereira.

E passou a tratar sobre a questão do transporte remunerado por aplicativo na cidade. “Precisamos debater melhor esse assunto. A China, por exemplo, criou um aplicativo próprio para não ficar refém de outras pessoas. A SMT pode criar seu próprio aplicativo, para que seja usado na cidade, pois assim teríamos regulamentação, atenderia também aos taxistas, saberíamos para onde os impostos estão indo e mais. Portanto, solicito que seja realizada uma audiência pública nesta Casa para tratar sobre a viabilidade desse aplicativo”, sugeriu.

Para finalizar, Cadmiel afirmou que esteve no bairro Asa Branca e percebeu a necessidade de pavimentação de ruas para que ele fique 100% pavimentado. “Conversamos com moradores, pastores e presbíteros e agora pedimos que a Prefeitura faça esta pavimentação e tenhamos mais um bairro 100% pavimentado. Estarei lutando por isto em outros bairros também”, findou.

Marcos Lima garante que indicações serão atendidas

O vereador e líder do Governo na Casa, Marcos Lima (Patriota) defendeu o Município das críticas do vereador Edvaldo Lima (PP), em relação as ações no bairro Tomba.

“Sugiro que vá até o secretário de Serviços Públicos, Justiniano França. Porque eu, quando tenho qualquer problema, vou até ele ou até o diretor e peço, pois a Secretaria recebe muitos ofícios. Peça a seus assessores que procurem a Secretaria até resolver o problema”, sugeriu Marcos Lima.

Em aparte, o edil Edvaldo Lima lembrou que na sessão ordinária da última terça-feira (08), o líder governista fez a leitura de várias indicações de sua própria autoria, que visam pavimentação de ruas no bairro Tomba. “Mas, as minhas não foram atendidas. Eu já fui várias vezes à Secretaria, é a que mais frequento. Mas, vejo que preciso de sua ajuda para levar as melhorias ao bairro”, reforçou.

De volta com a palavra, Marcos Lima se comprometeu em procurar o secretário e reforçar o pedido de Edvaldo. “Compreendo que não são benefícios para o vereador e sim para a população”, pontuou.

Também em aparte, o vereador Luiz da Feira (PC do B) disse que já levei três secretários ao bairro e até agora nada foi feito. “Peço ao prefeito que olhe com mais atenção para seu secretariado e o coloque para trabalhar mais. O bairro do Tomba precisa de melhorias”, ressaltou.

Novamente com o uso da palavra, o líder afirmou que são muitas licitações realizadas diariamente. “Aos poucos as indicações vão sendo atendidas, são muitas obras e benefícios que estão chegando. Sabemos que os pedidos são da população e feitos através de vereadores, que são seus representantes. É esse mesmo o papel do vereador. Sei que as pessoas batem à nossa porta cobrando, mas garanto a todos que as indicações serão atendidas. Já foram contratadas máquinas extras, equipamentos adquiridos e já foi dado início à operação tapa buraco”, informou.

Participando do debate, o vice-líder do Governo, Carlito do Peixe (DEM) explicou que é preciso aguardar o prazo legal de todo o processo licitatório. “É preciso respeitar o prazo estabelecido pelo edital, o prazo da licitação, do recurso da licitação, a avaliação de contrato, a contratação até chegar à execução da obra. Isso leva até 90 dias, então é preciso esperar que todo o trâmite burocrático aconteça”, esclareceu.

Retornando ao aparte, Edvaldo sugeriu que o Município crie um PL que vise acelerar o processo licitatório. “Já que  os trâmites existem e devem ser cumpridos peço que o Município mande um projeto para esta Casa, com objetivo de dar mais celeridade à licitação, para que ela se finde em menos de 90 dias”, afirmou.

Também em aparte, o edil Gilmar Amorim (DC) cobrou obras da passarela Conceição Lobo. “Por falar em tempo de obra, a reforma da passarela Conceição Lobo não já tem tempo suficiente para ficar pronta não? Os pedestres carecem de sua funcionalidade”, cobrou. Em resposta, Marcos Lima disse acreditar que a obra já estava concluída e prometeu cobrar.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 116730 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.