Vereador volta a pedir ajuda para taxistas de Feira de Santana e destaca lei que determina mangueiras transparentes nos postos de combustíveis

Edvaldo Lima: uso está tribuna mais uma vez para pedir pelos taxistas que não sabem mais o que fazer para a sua sobrevivência.
Edvaldo Lima: uso está tribuna mais uma vez para pedir pelos taxistas que não sabem mais o que fazer para a sua sobrevivência.
Edvaldo Lima: uso está tribuna mais uma vez para pedir pelos taxistas que não sabem mais o que fazer para a sua sobrevivência.
Edvaldo Lima: uso está tribuna mais uma vez para pedir pelos taxistas que não sabem mais o que fazer para a sua sobrevivência.

Em pronunciamento, na sessão ordinária desta segunda-feira (21/10/2019), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o edil Edvaldo Lima (PP) pediu ajuda dos governos Municipal e Estadual para isenção de impostos para taxistas e defendeu o presidente Jair Bolsonaro de acusações.

“Uso está tribuna mais uma vez para pedir pelos taxistas que não sabem mais o que fazer para a sua sobrevivência. Eles estão passando, em toda a história de Feira, a maior dificuldade que já acompanhei. Já fui taxista e conheço a realidade da categoria. Naquela época, tínhamos como sobreviver com o veículo e trocávamos de carro a cada dois anos. Hoje, eles estão pedindo misericórdia, pois chegam ao ponto 6, 7 horas e voltam para casa às 18 horas sem fazer, sequer, uma corrida. Eles estão passando dificuldades”, pontuou Edvaldo.

E continuou. “Já recebi áudios clamando por ajuda. Já pedi ajuda aqui nesta tribuna: pedi ao Estado e Município que os deixem isentos de impostos. Eles não têm mais como sobreviver e o Governo não pode ver isso com indiferença. Conclamamos ao Governo, ao prefeito Colbert: isente os taxistas da licença para rodar, abra mão dela, pois eles não têm mais como sobreviver, tão pouco como pagar a licença. Rui costa, conclamo também a isenção estadual”, pediu.

Segundo Edvaldo, é lamentável o que está vendo e ouvindo acontecer com os taxistas. “É o momento das autoridades constituídas acordarem para isso. Eliomar, presidente do Sindicato, peça também ao prefeito a isenção. Vou fazer um Projeto de Lei solicitando essa isenção, pois eles não têm como pagar”, afirmou.

Em aparte, o vereador Cadmiel Pereira (PSC) parabenizou o colega pelo discurso.  “Vossa Excelência foi feliz nesse discurso. São muitos taxistas que atuam na cidade, mas com a modernidade do transporte está mesmo complicado trabalhar. Está com a razão quando pede ajuda ao Município. Não dá para os taxistas competirem com esses aplicativos, se a eles são feitas várias exigências. Vejo Uber com placa de Minas Gerais, por exemplo, porque não há regras para o Uber atuar em Feira”, ressaltou.

Também em aparte, o petista Alberto Nery disse que teve oportunidade de solicitar um serviço de Uber e pagou bem mais barato que um táxi. “Na ida fui de Uber e paguei R$ 36, na volta peguei um táxi e paguei R$ 90. Precisa mesmo adotar medidas para reduzir os custos dos taxistas”, avaliou.  Seguindo a mesma linha, o vereador Luiz da Feira (PC doB) parabenizou o discurso de Edvaldo Lima.

Presidente

Ainda no uso da tribuna, o vereador Edvaldo Lima defendeu o presidente da República, Jair Bolsonaro, das acusações de ser responsável pela mancha de óleo nas praias do Nordeste.

“Não posso ser injusto com o presidente do país. Derramaram óleo no mar do nosso Nordeste e agora estão dizendo que a culpa é dele. É preciso entender que ele é um homem de bem e não faria isso. Há perseguição com ele. O Governo Federal não pode ser responsabilizado por quilômetros de óleo espalhado no mar. Bolsonaro busca sempre fazer o melhor para nossa nação, não podemos culpar ele por tudo que acontece de ruim em nosso país”, disse.

Para finalizar, Edvaldo lembrou que ele foi eleito para trazer o melhor para a nação brasileira. “Quem é contra ele, sempre será contra. Parabéns ao Governo que não está parado e está buscando limpar as praias nordestinas. Vamos olhar para nosso país, porque se ele vai bem, nós ficamos bem”, findou.

Edvaldo Lima destaca lei que determina mangueiras transparentes nos postos de combustíveis

O vereador Edvaldo Lima (PP) usou a tribuna da Câmara Municipal, para parabenizar o presidente do Legislativo feirense, vereador José Carneiro Rocha (PSDB), por ter sancionado a lei que dispõe sobre a transparência das mangueiras nas bombas dos postos de combustíveis

“Quero parabenizar e agradecer, vossa excelência, que em uma atitude rápida e com muita competência assinou a Lei nº 3.971, aprovada nesta Casa”, congratulou, fazendo referência ao período que José Carneiro atuou como prefeito interino de Feira de Santana.

Edvaldo afirmou que a Lei, de sua autoria, visa beneficiar os consumidores. E acrescentou que projetos de leis semelhantes serão apresentados em oito municípios brasileiros.

Em aparte, o vereador Luiz Augusto de Jesus (DEM) informou que donos de postos de combustíveis “já deram entrada na Justiça, para tentar derrubar a Lei.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112616 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]