Vereador sugere mais investimento de cultura e lazer em Feira de Santana e distritos

Cadmiel Pereira: foi disponibilizado um muro de uma empresa, no Cis, para a arte do grafite. Como poderia ter outros espaços na cidade para isso, assim sairíamos desse mundo cinza de calor.
Cadmiel Pereira: foi disponibilizado um muro de uma empresa, no Cis, para a arte do grafite. Como poderia ter outros espaços na cidade para isso, assim sairíamos desse mundo cinza de calor.
Cadmiel Pereira: foi disponibilizado um muro de uma empresa, no Cis, para a arte do grafite. Como poderia ter outros espaços na cidade para isso, assim sairíamos desse mundo cinza de calor.
Cadmiel Pereira: foi disponibilizado um muro de uma empresa, no Cis, para a arte do grafite. Como poderia ter outros espaços na cidade para isso, assim sairíamos desse mundo cinza de calor.8

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta segunda-feira (21/10/2019), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Cadmiel Pereira (PSC) sugeriu mais investimentos do Governo Municipal na cultura e lazer de Feira de Santana e distritos.

“Aconteceu em Feira de Santana uma coisa muito interessante: foi disponibilizado um muro de uma empresa, no Cis, para a arte do grafite. Como poderia ter outros espaços na cidade para isso, assim sairíamos desse mundo cinza de calor. Parabéns a todos os meninos e meninas que fizeram aquela obra de arte. Aquilo não é pichação, onde muitos fazem competição de quem picha mais e mais alto”, pontuou Cadmiel.

E continuou. “Os desenhos naquele muro são tintas e sprays disponibilizados para a arte, inclusive fizeram a Caixa D’água do Tomba, uma referência da nossa cidade. Gostaria de pedir à Secretaria de Esporte e Lazer que estude outros lugares na cidade e distritos e disponibilize espaços para esta arte, que realize um festival. Seria interessante escolas concorrerem na arte com festival de poesia, de fotografia, de gastronomia, de cordel, de literatura, como tem a Flifs, em Cachoeira. São eventos que podemos ajudar os jovens a entender que não podem dominar o mundo com maldade, pichar não é arte é vandalismo. Porém, precisamos de boas iniciativas e apoio da Prefeitura ao grafite”, sugeriu.

Cadmiel lembrou de personalidades que levaram conhecimento cultural para todo o Brasil. “Já tivemos artistas como Luiz Gonzaga, que apresentou o sertão, o Nordeste ao povo brasileiro. Podemos investir nos distritos, mostrando suas realidades e histórias. A bandeira da Praça da Bandeira em Feira, por exemplo, já está na hora de ser trocada e vejo que deveria ter uma bandeira em cada distrito. Precisamos valorizar o nordeste. Feira carece de espaços culturais e investimentos. Acompanhamos o esforço dos museus e teatros de Feira, mas precisam de mais divulgação. Devemos levar o circo aos lugares. A cultura e lazer fazem bem e espero que as escolas invistam em festivais’, observou.

Em aparte, o líder Governista Marcos Lima (Patriota) reconheceu que a cidade carece de cultura e lazer. “Infelizmente, aqui em Feira o patriotismo quase não existe. Muitas grandes empresas também não expõem nossa bandeira, isso deveria ser uma realidade de todas, vejo poucas com bandeiras estiadas. Precisamos mesmo mudar essa realidade. Acredito que a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer poderia investir mais na cultura e lazer de Feira”, disse.

Para finalizar, Cadmiel lembrou que muitas crianças não sabem cantar o Hino da Bahia “Elas não têm esse conhecimento. Vou fazer uma indicação para que tenhamos grandes bandeiras estiadas em Feira e nos distritos. Somos feirenses e precisamos amar nossa terra. Se puder, também as bandeiras da Bahia e do Brasil’, findou.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110928 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]