Prefeito ACM Neto e deputado Rodrigo Maia planejam fusão do Democratas com PSL com a finalidade de ampliar bancada de extremistas de direita

ACM Neto, prefeito de Salvador e presidente Nacional do Democratas, em oração para que o esquema entre PSL e DEM resulte em uma base ampla de parlamentares e dinheiro.ACM Neto, prefeito de Salvador e presidente Nacional do Democratas, em oração para que o esquema entre PSL e DEM resulte em uma base ampla de parlamentares e dinheiro.
ACM Neto, prefeito de Salvador e presidente Nacional do Democratas, em oração para que o esquema entre PSL e DEM resulte em uma base ampla de parlamentares e dinheiro.

ACM Neto, prefeito de Salvador e presidente Nacional do Democratas, em oração para que o esquema entre PSL e DEM resulte em uma base ampla de parlamentares e dinheiro.

Durante a reunião promovida nesta quinta-feira (17/10/2019) entre membros da bancada do PSL, oportunidade em que o deputado federal Waldir Soares (Delegado Waldir, PSL-GO) qualificou o presidente Jair Bolsonaro de vagabundo, foi revelado que o prefeito de Salvador e presidente Nacional do Democratas, ACM Neto, em conjunto com Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados, planejam a fusão partidária entre o PSL e Democratas, com a finalidade de ampliar a base partidária no Congresso Nacional e aglutinar o volume de recursos financeiros, oriundos dos fundos partidário e eleitoral.

Em reação a tentativa do Democratas, deputados do PSL, usando linguagem vulgar, declararam que os políticos ACM Neto e Rodrigo Maia querem meter a mão no dinheiro deles.

Em síntese, observa-se uma guerra entre os membros da extrema-direita e da direita com a possível finalidade de aumentar os ganhos pessoais, ao manejar substantiva quantia dos fundos partidário e eleitoral.

Entenda o caso

Sob o pretexto de comemorar o aniversário do deputado Alexandre Frota (PSDB-SP), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ), reuniu Felipe Francischini, Mendonça Filho (DEM-PE) e o vice-presidente do PSL Antônio Rueda (PE). Segundo ele, o assunto da pauta foi a fusão que pode fazer do partido o maior do país. Além dos presentes, houve uma ligação para o presidente nacional do DEM, ACM Neto (BA).

“Ontem a gente foi na casa do Rodrigo, tava o Mendonça, tava o Rodrigo Maia ligando pro ACM, comigo e com o Rueda. Eles estão louco esperando para fazer a fusão do Democratas com o PSL. Eu tô tentando segurar essa porra, porque eu não quero que aconteça”, disse o deputado Felipe Francischini (PSL-PR), presidente da CCJ, no áudio vazado pela imprensa.

O deputado do PSL alerta que, caso a fusão aconteça, os deputados do PSL perderão espaço, protagonismo e verba pública. “Se a bancada passar o recado que não está com o partido, eles vão fazer a fusão e vão liderar todo mundo aqui. Sem levar fundo, sem levar porra nenhuma e o Democratas vai ficar com o dinheiro de todos vocês aqui”, diz.

Outro ponto  revelado no áudio é o momento em que Felipe Francischini reclama da falta de diálogo com o presidente Bolsonaro.

*Com informações do Congresso em Foco.

Confira vídeo

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).