Petrobras vende campos terrestres no Espírito Santo por US$ 9,4 milhões

Vista noturna do edifício sede da Petrobras no Rio de Janeiro.
Vista noturna do edifício sede da Petrobras no Rio de Janeiro.
Vista noturna do edifício sede da Petrobras no Rio de Janeiro.
Vista noturna do edifício sede da Petrobras no Rio de Janeiro.

A Petrobras assinou nesta sexta-feira (11/10/2019), com a Imetame Energia Lagoa Parda Ltda., um contrato para a venda da totalidade de suas participações dos campos terrestres do Polo Lagoa Parda, próximo ao município de Linhares (ES).

O valor da venda é de US$ 9,372 milhões, que serão pagas em duas parcelas. O fechamento da transação está sujeito ao cumprimento de condições como a aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A operação está de acordo com a Sistemática para Desinvestimentos da Petrobras e com as disposições do procedimento especial de cessão de direitos de exploração, desenvolvimento e produção de petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos fluidos.

Lagoa Parda

O Polo Lagoa Parda compreende três concessões terrestres em produção: Lagoa Parda, Lagoa Parda Norte e Lagoa Piabanha. A Petrobras é operadora com 100% de participação nos três campos. A produção média atual do polo é de aproximadamente 300 barris de óleo por dia e 5,5 mil m³/dia de gás.

A Imetame Energia é uma empresa brasileira, que atua no segmento de óleo e gás como operadora de blocos e campos terrestres nas bacias sedimentares brasileiras do Recôncavo (BA), Potiguar (RN), Espírito Santo (ES) e São Francisco (MG) com produção média de 820 barris de óleo por dia.

*Com informações da Agência Brasil.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112801 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]