Os mentecaptos eleitores de extrema-direita | Por Alberto Peixoto

Extremista de direita, presidente Jair Bolsonaro representa retrocesso político, econômico, social e ambiental.

Extremista de direita, presidente Jair Bolsonaro representa retrocesso político, econômico, social e ambiental

Quem é mais idiota, Bolsonaro ou seus eleitores?

Conforme pesquisas e estudos contemporâneos, a média de eleitores do extremista Jair Bolsonaro são mais ricos e utilizam com frequência as redes sociais para justificar suas sórdidas convicções políticas. Um eleitor imbecil.

Os “bolsominions” são sujeitos obtusos, assustadoramente homofóbicos, tradicionalmente contrários à teologia modernista – fundamentalistas religiosos – contraditoriamente moralistas. De acordo com o pensamento dos coxinhas zona sul, para eles – que se acham ricos – manterem sua soberania os pobres não podem melhorar de vida, pois poderão até se equilibrar com os mais ricos.

Portanto, os mais humildes não podem ter direito a educação. A escolaridade possibilita aos capacitados atingirem um padrão de vida melhor e também a melhor escolher seus governantes. Dificilmente seriam um bolsominions.

Mas os ricos geralmente são escolarizados! Isso não os permite a também escolher melhor? Os mais ricos possuem uma escolaridade melhor porque não precisam harmonizar trabalho com educar-se. Não há para estes a necessidade de começar a trabalhar mais cedo. Quem define neste segmento social não é a intelectualidade da pessoa. O dinheiro substitui o QI – Quociente de Intelectualidade – desta classe social.

O poder aquisitivo mais elevado e a alta escolaridade não transformam nenhum estúpido em inteligente. De acordo com pesquisas divulgadas, esse eleitorado de elite é imaturo e não sabe explicar porque vota nos candidatos de extrema direita. Não possuem consciência política definida.

Segundo o IBOP – Instituto Brasileiro de Opinião Pública – são pessoas com boas condições financeiras e que dizem ter graduação em nível superior. Ou estão mentindo, ou perderam tempo na academia e não aprenderam nada o que evidencia a derrocada do sistema educacional brasileiro.

Completando o time dos idiotas que votam na extrema direita, surgem os “Terraplanistas”. Protestantes que acreditam ser o planeta terra um disco de um só lado e que flutua no espaço. Estes estão “redondamente” enganados. É o fim da picada!

*Alberto Peixoto, escritor.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Alberto Peixoto
Antonio Alberto de Oliveira Peixoto, nasceu em Feira de Santana, em 3 de setembro de 1950, é Bacharel em Administração de Empresas pela UNIFACS, e funcionário público lotado na Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia, atua como articulista do Jornal Grande Bahia, escrevendo semanalmente, é escritor e tem entre as obras publicadas os livros de contos: 'Estórias que Deus Duvida', 'O Enterro da Sogra, 'Único Espermatozoide', 'Dasdores a Difícil Vida Fácil', participou da coletânea 'Bahia de Todos em Contos', Vol. III, através da editora Òmnira. Também atua incentivador da cultura nordestina, sendo conselheiro da Fundação Òmnira de Assistência Cultural e Comunitária, realizando atividades em favor de comunidades carentes de Salvador, Feira de Santana e Santo Antonio de Jesus. É Membro da Academia de Letras do Recôncavo (ALER), ocupando a cadeira de número 26. E-mail para contato: [email protected] Saiba mais sobre o autor visitando o endereço eletrônico http://www.albertopeixoto.com.br.