Novo programa do governo federal beneficia setor químico-petroquímico da Bahia, diz Roberto Fiamenghi

Vista aérea do Polo Industrial de Camaçari.
Vista aérea do Polo Industrial de Camaçari.
Vista aérea do Polo Industrial de Camaçari.
Vista aérea do Polo Industrial de Camaçari.

O presidente do Sindicato das Indústrias Químicas e Petroquímicas da Bahia (SINPEQ), Roberto Fiamenghi, manifestou total apoio ao novo Programa de Revitalização da Atividade de Exploração e Produção de Petróleo e Gás Natural em Áreas Terrestres – REATE 2020, lançado pelo Ministério de Minas e Energia, que terá mobilização em Salvador nesta quinta-feira (09/09/2019), no Centro de Eventos do SENAI CIMATEC, em Piatã.

Segundo Fiamenghi, o REATE chega para criar uma alternativa mais competitiva para diversos segmentos, entre eles o da cadeia química-petroquímica: “O uso do gás natural como matriz energética vai gerar mais economia para as empresas e ter grandes reflexos sociais. Só no Polo Industrial de Camaçari existem cerca de 20 indústrias deste segmento, que podem ser beneficiadas. Isso sem falar em outras cadeias produtivas, que podem usar o gás natural como matéria-prima e combustível”.

O REATE 2020 promete traçar novas perspectivas quanto ao potencial de produção de óleo e gás em alguns estados, entre os quais a Bahia. A expectativa é de dobrar a atual produção de gás natural nacional, passando dos atuais 25 milhões de metros cúbicos por dia para mais de 50 milhões.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108297 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]