I Feira Literária de Canudos exalta memória da histórica cidade

Fachada do Parque Nacional de Canudos.
Fachada do Parque Nacional de Canudos.
Fachada do Parque Nacional de Canudos.
Fachada do Parque Nacional de Canudos.

Canudos, a emblemática cidade do sertão baiano, por duas vezes já destruída e reconstruída, entra em 2019 no circuito de eventos gratuitos que combinam literatura com outras artes e ajudam a popularizar o acesso à cultura. A primeira Feira Literária de Canudos (FLICAN) vai acontecer de 21 a 24 de novembro de 2019 e oferecerá uma programação variada para todas as idades, ocupando locais considerados icônicos, como o Parque Estadual de Canudos, o Instituto Popular Memorial de Canudos e o Mirante do Conselheiro. Outros pontos foram montados especialmente para a ocasião, a exemplo das tendas culturais e dos espaços Edivaldo Boaventura e José Calasans.

Durante a feira, haverá conferência, mesas de conversa, concerto lítero-musical, lançamento de livros, contação de histórias, oficinas pedagógicas, intervenções artísticas, visitas guiadas, teatro, exposições, filmes e shows, que terão como pano de fundo a história do lugar e a cultura sertaneja. A programação completa está disponível no site www.flican.com.br.

Como não podia ser diferente, a edição de estreia homenageará Antônio Conselheiro e Euclides da Cunha, principais personalidades conhecidas do público quando se trata da Guerra de Canudos, acontecimento que marcou a história nacional e completou, recentemente, 122 anos de seu desfecho. Dentre as atividades mais esperadas, estudiosos e autores abordarão diferentes e relevantes aspectos relacionados ao conflito, tema também presente nas ações educativas realizadas em parceria com escolas públicas da região. Outros destaques serão a Flicanzinha, com uma grade especialmente voltada para o público infantil, e as exposições de fotos e objetos da época da guerra.

“O Sertão vai virar arte” é o tema dessa Flican, uma realização do Campus Avançado de Canudos da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), que já desenvolve um longo trabalho de preservação da memória do lugar. O evento ainda conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Canudos, das secretarias estaduais de Educação, Cultura, Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, bem como da Fundação Pedro Calmon, da Universidade do Sudoeste da Bahia, entre outros.

Confira a programação

Primeiro dia (21/11)

16 horas: Desfile literário

Desfile literário pela av. JK – organização Colégio Modelo Maria José Alves

Local: saída da Concha Acústica

19 horas: Camerata da Orquestra Neojiba

Local: Espaço Edivaldo Boaventura

20 horas: Solenidade de abertura

Conferência: As sete faces de Antônio Conselheiro

Prof. Dr. Leopoldo Bernucci

Local: Espaço Edivaldo Boaventura

22 horas: Show “Canudos Terra Querida”, com Bião de Canudos

Local: Espaço Edivaldo Boaventura

Segundo dia (22/11)

8 às 10 horas – Flicanzinha

Atividade voltada para o público infanto-juvenil, realizada por autores e/ou grupos convidados que desenvolvem este tipo de experiência.

Local: Academia de Saúde

Oficina pedagógica – voltada para os vestibulandos

Prof. Marielson

Local: Prédio Central do Campus Avançado

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109865 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]