Festival Boa Música Itacaré conta com atrações locais e regionais de destaque

Cartaz anuncia Festival Boa Música de Itacaré.Cartaz anuncia Festival Boa Música de Itacaré.
Cartaz anuncia Festival Boa Música de Itacaré.

Cartaz anuncia Festival Boa Música de Itacaré.

Ronara Criola, Banda Quente, Laís Marques, Marcos Abaga e Pecados Capitais integram a programação que também contará com Armandinho Macedo e Adaury Mothé Trio

A boa música vai invadir Itacaré. Além de atrações como Armandinho Macedo e Adaury Mothé Trio, nomes de destaques locais e regionais também estarão na programação. Ronara Criola, Banda Quente, Laís Marques, Marcos Abaga e Pecados Capitais se apresentam na cidade turística da Costa do Cacau, nos dias 15 e 16 novembro, na primeira edição do Festival Boa Música.

Armandinho, que comemora 50 anos de carreira, estará a acompanhado do teclado de Yacoce Simões e a percussão de Emanuel Stanchi no primeiro dia do evento. Com jeito único de interpretar os clássicos do chorinho com seu bandolim, o artista viaja pelo mundo divulgando sua Guitarra Baiana.

Já Adaury Mothé Trio traz do Rio de Janeiro o melhor do Jazz Brasileiro levando a comunidade, turistas e visitantes o melhor da boa música. O grupo carioca liderado pelo pianista e compositor Adaury Mothé conta com o contrabaixista Berval Moraes e o baterista Vitor Vieira, amigos e parceiros musicais de Adaury a mais de uma década. Em Itacaré farão duas apresentações com repertório diferentes. “Além de nomes mais famosos, também queremos apresentar como são boas as pratas da casa”, diz o prefeito Antônio de Anízio.

Artista com proposta multicultural, Ronara Criola faz um passeio pelos ritmos afro-baianos atuais conhecidos como afro pop, sem abrir mão das origens do samba de roda do Recôncavo, dos terreiros e dos quilombos. Na cena local se apresenta em espaços de shows e grandes eventos da cidade como o Festival Gastronômico e Réveillon. Atualmente encontra-se em processo de pesquisa para montagem de CD autoral.

A Banda Quente é um trio musical protagonizado mulheres, genuinamente sul-baiano, independente e afro-brasileiro. No trabalho músico autorais que são reconhecidas por transitar em temas emblemáticos do universo feminino contemporâneo por meio de suas letras. Mistura ijexá, afoxé, alujá, forró, blues, coco, samba, bossa-nova Nova e MPB.

Laís Marques está na cena musical há 17 anos. A cantora, compositora, instrumentista, produtora musical e cultural, tem trabalho solo com dois discos e um single. Divide-se entre suas multifunções solo e o trio feminino de forró Flô que se Xêre, onde assume zabumba e voz. A artista acredita na fusão de ritmos, principalmente brasileiros, seu trabalho autoral se encaixa no contexto da nova MPB onde a mistura é permitida, sem deixar de evidenciar a veia nordeste em seu trabalho, já que é amante do forró.

Músico instrumentista, cantor e compositor, Marcos Abaga, atua na música há 25 anos. Hoje em seu atual show, o palco conta com voz, violão, bumbo e o shimbal. Todos são direcionados e executados pelo próprio Marcos Abaga interpretando composições próprias e de artistas consagrados da música popular brasileira.

No festival da Boa Música, a banda Pecados Capitais irá apresentar sua veia blues com muita improvisação, algumas canções do primeiro álbum e outras composições que ainda não foram gravadas, além de grandes clássicos do Blues nacional e internacional. Pecados Capitais é uma banda que nasceu em 2014. Hoje está no processo de gravação do 2º álbum que tem previsão de ser lançado no início de 2020.

O estilo musical instrumental, jazz e o blues também estarão representados no Festival, além de Armadinho Macedo, Adaury Mothé Trio, também pelas atrações: Banda Meu Som Instrumental, a cantora Sandy Will e banda e o Saxofonista Rodney Roque. Já os estilos musicais MPB e Bossa Nova terão seus representantes nas vozes de Reginaldo Natureza, Banda Sparta, Padre Ednaldo, Aram e Banda Raiô.

Idealizado pela Prefeitura local por meio da Secretaria de Turismo, o acesso é gratuito fiel à proposta de promover o intercâmbio entre novos expoentes da música, tendo como principal objetivo divulgar e fortalecer o trabalho de artistas de diferentes estilos musicais. O evento também contará com apresentações culturais, workshop de música, feira da economia criativa e circuito gastronômico, além de cortejo nas ruas da cidade.

Durante o dia, jazz e blues no pôr do sol, no palco em homenagem a Elza Soares (Ponta do Xaréu), e à noite os palcos batizados de Tom Jobim (Praça Santos Dumont), João Gilberto (Rua da Pituba), Vinícius de Moraes (Passarela da vila) e Dorival Caymmi (Orla de Itacaré), traz nomes da Bossa Nova, MPB, Jazz e Blues. O patrocínio é do Governo do Estado por meio da Superintendência de Fomento ao Turismo (Bahiatursa) com apoio da Cervejaria Eisenbahn.

Agenda

O que: Primeira edição do Festival Boa Música

Quando: 15 e 16 de novembro, às

Onde: Itacaré – Costa do Cacau/Litoral Sul da Bahia

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]