Feira de Santana: Vereador elogia cancelamento de contrato da Petrobras com a McLaren

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Marcos Lima: parabenizo nosso presidente que tem coragem de tomar medidas impopulares. A Petrobras pagando este valor de patrocínio e o Brasil precisando de investimento na Educação, na Saúde.
Marcos Lima: parabenizo nosso presidente que tem coragem de tomar medidas impopulares. A Petrobras pagando este valor de patrocínio e o Brasil precisando de investimento na Educação, na Saúde.
Marcos Lima: parabenizo nosso presidente que tem coragem de tomar medidas impopulares. A Petrobras pagando este valor de patrocínio e o Brasil precisando de investimento na Educação, na Saúde.
Marcos Lima: parabenizo nosso presidente que tem coragem de tomar medidas impopulares. A Petrobras pagando este valor de patrocínio e o Brasil precisando de investimento na Educação, na Saúde.

O cancelamento do patrocínio da Petrobras a equipe McLaren da Fórmula1 foi muito elogiada pelo líder da bancada governista, vereador Marcos Lima (Patriota), na sessão ordinária desta quarta-feira (23/10/2019), na Câmara Municipal de Feira de Santana. O valor do contrato era de R$ 872 milhões.

“Vou trazer algumas informações que nos deixam perplexos e cada vez mais pensativos com o que fizeram com o nosso país: O governo Bolsonaro cancelou um contrato no valor de R$ 872 milhões, que vem dos governos Lula, Dilma e Temer. A Petrobras patrocinando a McLaren. Tem outra, o Governo Federal tirou dos cofres públicos, agora, R$ 2,3 bilhões para pagar empréstimos em atraso da Venezuela e Cuba, dinheiro emprestado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no governo de Lula e de Dilma. Emprestado a estes países sem nenhuma garantia”, desaprovou.

Em aparte, o vereador Edvaldo Lima (PP) saudou o líder da bancada “por levar a tribuna informações tão importantes”. E completou “parabenizo nosso presidente que tem coragem de tomar medidas impopulares. A Petrobras pagando este valor de patrocínio e o Brasil precisando de investimento na Educação, na Saúde”

Marcos Lima finalizou seu discurso destacando a dificuldade que empresários brasileiros encontram para pegar dinheiro emprestado no BNDES. “Um empresário, um comerciante de Feira de Santana se precisar tomar um dinheiro do BNDES é muito difícil. A burocracia é muito grande e as exigências para garantia são maiores ainda”, comparou.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 123274 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.