Vereador pede solução para impasse da passarela do Colégio Helyos de Feira de Santana

Roberto Tourinho: o Colégio iniciou a construção da passarela, após ter protocolado na Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Município, onde o processo ficou descansando durante muito tempo nas gavetas empoeiradas. A Secretaria não tomou providência.
Roberto Tourinho: o Colégio iniciou a construção da passarela, após ter protocolado na Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Município, onde o processo ficou descansando durante muito tempo nas gavetas empoeiradas. A Secretaria não tomou providência.
Roberto Tourinho: o Colégio iniciou a construção da passarela, após ter protocolado na Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Município, onde o processo ficou descansando durante muito tempo nas gavetas empoeiradas. A Secretaria não tomou providência.
Roberto Tourinho: o Colégio iniciou a construção da passarela, após ter protocolado na Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Município, onde o processo ficou descansando durante muito tempo nas gavetas empoeiradas. A Secretaria não tomou providência.

A passarela construída pelo Colégio Helyos para interligar dois prédios do estabelecimento de ensino foi tema do discurso do vereador Roberto Tourinho (PV), na sessão ordinária desta quarta-feira (25/09/2019), na Câmara Municipal de Feira de Santana.

O parlamentar informou que uma comissão de mães de alunos da instituição solicitou uma audiência com o prefeito Colbert Martins para tratar a respeito do assunto.  A comissão é responsável por organizar um abaixo assinado digital, que já conta com mais de 1.500 assinaturas, pedindo a manutenção da passarela.

Tourinho discorreu sobre a situação do equipamento, embargado pela Prefeitura de Feira de Santana desde novembro de 2017, sob alegação de não existir na legislação municipal dispositivo que permita a construção de passarela particular sobre via pública.

“O Colégio iniciou a construção da passarela, após ter protocolado na Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Município, onde o processo ficou descansando durante muito tempo nas gavetas empoeiradas. A Secretaria não tomou providência, o Colégio iniciou a construção da passarela e, posteriormente, esta discussão está ocorrendo na 2ª Vara da Fazenda Pública de Feira de Santana”, explicou.

O edil defendeu que o novo Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano e Territorial, votado em 2018 na Câmara Municipal, contém um artigo que disciplina a construção e cobrança de passarelas em Feira de Santana.

“Entendo que a partir do momento que o Município tem uma legislação, tem os mecanismos, tem inclusive a cobrança do metro quadrado determinado no Código de Obras e, mais recentemente, no Plano Diretor, o Município deve se pronunciar e regularizar esta situação”, avaliou.

Ele finalizou elogiando a iniciativa das mães e afirmando que o Município precisa agir de forma imparcial “não pode, ou por capricho, ou por posição política, ou por posição mesquinha de tentar perseguir, ou de tentar prejudicar”

“Quero parabenizar essas mães. Espero que o prefeito receba as mães e dialogue. Não somente com elas, mas também a direção do Colégio Helyos, advogados e outros profissionais que queiram participar da audiência para que possam encontrar uma solução e assim chegar a conclusão deste impasse”, requereu.

Feira do Livro

O parlamentar também usou o tempo na tribuna para elogiar a Universidade Estadual de Feira de Santana pela organização do Festival Literário e Cultural de Feira de Santana (Flifs), que teve início na terça-feira (24) e acontecerá até domingo (29), na Praça Padre Ovídio.

Tourinho enfatizou a necessidade de estimular o hábito da leitura, especialmente entre as crianças e adolescentes. “Precisamos cada vez mais que nossa juventude, que a população, leia e que tenha acesso aos livros. Livros com leituras instrutivas, leituras que engrandeçam e dignifiquem”, observou.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112616 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]