Ministra do STF Rosa Weber anula decisão do CNJ que barrou cargos de desembargador na Bahia

Rosa Weber, ministra do STF, tomou decisão favorável a ampliação do número de desembargadores da Bahia.
Rosa Weber, ministra do STF, tomou decisão favorável a ampliação do número de desembargadores da Bahia.
Rosa Weber, ministra do STF, tomou decisão favorável a ampliação do número de desembargadores da Bahia.
Rosa Weber, ministra do STF, tomou decisão favorável a ampliação do número de desembargadores da Bahia.

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), anulou decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que suspendeu a Lei 13.964/2018 do Estado da Bahia, que criou nove cargos de desembargador no Tribunal de Justiça local (TJBA) e dos respectivos assessores. A decisão foi proferida no Mandado de Segurança (MS) 36133, impetrado pelo Estado da Bahia.

Ilegitimidade

A ministra explicou que o CNJ, embora integre o Poder Judiciário, não tem função jurisdicional e, portanto, não pode examinar a constitucionalidade de leis, mas apenas analisar se os atos dos órgãos sob sua fiscalização são constitucionais. Assinalou ainda que as resoluções do conselho não estão em patamar hierárquico superior ao da lei estadual nem servem de fundamento para sua validade. Segundo a relatora, essas atribuições são típicas do STF, e não cabe ao órgão administrativo ou de controle atuar na fiscalização da constitucionalidade de leis.

Na decisão, a ministra observou ainda que a lei estadual condiciona a instalação dos novos gabinetes à disponibilidade orçamentária e à compatibilidade com o plano plurianual e com a lei de diretrizes orçamentárias, o que afasta a criação de gastos sem a correspondente fonte de recursos.

Baixe

Decisão da ministra do STF Rosa Weber em favor do TJBA, através do Mandado de Segurança 36.133

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111150 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]