Vereadores manifestam apoio aos vendedores ambulantes e camelôs de Feira de Santana

Edvaldo Lima: sempre fui contra a construção deste shopping, mas hoje já está pronto e não posso ser contra. Mas sou contra a postura irresponsável deste empresário que não respeita os camelôs.
Edvaldo Lima: sempre fui contra a construção deste shopping, mas hoje já está pronto e não posso ser contra. Mas sou contra a postura irresponsável deste empresário que não respeita os camelôs.
Edvaldo Lima: sempre fui contra a construção deste shopping, mas hoje já está pronto e não posso ser contra. Mas sou contra a postura irresponsável deste empresário que não respeita os camelôs.
Edvaldo Lima: sempre fui contra a construção deste shopping, mas hoje já está pronto e não posso ser contra. Mas sou contra a postura irresponsável deste empresário que não respeita os camelôs.

Durante sessão ordinária desta terça-feira (27/08/2019), na Câmara Municipal de Feira de Santana, vereadores defenderam as manifestações que vem ocorrendo na cidade contra o sorteio de boxes do Centro Comercial Popular e manifestaram apoio.

Edvaldo Lima manifesta apoio a vendedores ambulantes

Na sessão ordinária desta segunda-feira (26/08/2019), o vereador Edvaldo Lima (PP) usou a tribuna para externar apoio aos vendedores ambulantes que ocupavam a galeria da Câmara Municipal em manifestação contra o sorteio dos boxes do Centro Comercial Popular.

O parlamentar ressaltou ter sido contra a construção do empreendimento e defendido a proposta do Shopping Popular a céu aberto, na Sales Barbosa. “Sempre fui contra a construção deste shopping, mas hoje já está pronto e não posso ser contra. Mas sou contra a postura irresponsável deste empresário que não respeita os camelôs”, afirmou.

Edvaldo contou que sua esposa trabalhou 25 anos como vendedora ambulante. “A luta de vocês é a minha. Como representante deste município, quero deixar claro que, recentemente, coloquei um requerimento para que este empresário – que quer meter a mão no bolso de vocês – viesse dar explicações, mas não consegui”, disse.

“Farei o possível para que ocorra a audiência pública sobre o Shopping Popular que foi adiada. Que ocorra com a presença do empresário Elias Tergilene. Precisamos ficar de olho neste empresário. Aquilo foi caro, pago com dinheiro público e com terreno doado pelo município”, defendeu.

O parlamentar ainda aproveitou o tempo para informar que apresentou o Projeto de Lei  85\2019 que  dispõe sobre o “Programa Farmácia Solidária” a ser desenvolvido pela Secretaria Municipal  da Saúde de Feira de Santana.

Ele explicou que o projeto visa favorecer a população de baixa renda, através da organização e distribuição gratuita de remédios provenientes de doações da comunidade e instituições da sociedade civil. “Quero pedir para aprovarem este projeto assim que ele for apresentado”, finalizou.

Edvaldo Lima afirma que sua luta em defesa dos ambulantes é antiga

“Os senhores lembram-se desta foto? Em 2014, 2015 eu estava na rua com os senhores contra a construção do Shopping Popular, acampando no Centro de Abastecimento e continuo até hoje fazendo a defesa dos senhores”, disse o vereador Edvaldo Lima (PP).

Edvaldo Lima voltou a afirmar que foi contra a construção do empreendimento e que defendeu a proposta do Shopping Popular a céu aberto, na Sales Barbosa. “Agora já está pronto e não posso ser contra. Mas sou contra a administração deste consórcio”, disse.

O parlamentar explicou que fez um requerimento solicitando a presença do empresário Elias Tergilene na Câmara Municipal para prestar explicações sobre o Centro Comercial Popular, mas retirou o requerimento a pedido de seus pares. “Infelizmente não foi possível aprovar. O representante dos comerciantes, Luiz da Feira, e Roberto Tourinho acharam melhor a audiência pública. Mas eu alertei a eles que o empresário não viria, como não veio”, observou.

“Tenho minha consciência tranquila de ter lutado e continuar lutando pela categoria”, disse ele, frisando que sua esposa trabalhou por 25 anos como vendedora ambulante.

José Menezes defende manifestação

O vereador José Menezes Santa Rosa (Zé Filé, PROS) corroborou a manifestação dos vendedores ambulantes que lotaram a galeria da Câmara Municipal em protesto contra o sorteio dos boxes do Centro Comercial Popular e as taxas que serão cobradas.

O parlamentar salientou a importância de “acompanhar os trabalhos legislativos para saber quem realmente fica do lado do povo”. Ele frisou que reconhece e apóia a luta da categoria. “O prefeito deu carta branca para eles cobrarem. E, deste jeito, a maioria não vai conseguir pagar a taxa. Vão colocar vocês para fora”, alertou.

Roberto Tourinho discursa a favor dos camelôs

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta segunda-feira (26), o vereador Roberto Tourinho (PV) dedicou o seu tempo para argumentar de forma favorável as pautas defendidas pelos comerciantes que promoviam manifestação nesta manhã, na Câmara Municipal de Feira de Santana.

O parlamentar exteriorizou a sua preocupação quanto ao sorteio que será realizado a partir desta segunda com o objetivo de definir a localização dos boxes, denunciando a falta de transparência e incentivando os camelôs a irem de encontro com a proposta “não aceitem e não participem de sorteio, não façam nada enquanto não ficar claro. Como é que vocês vão entrar num empreendimento no qual vocês não sabem absolutamente nada?” Questionou.

Roberto Tourinho ainda lembrou que no próximo ano haverá eleição e solicitou maior atenção da população durante a escolha dos seus representantes. “Estejam do lado daqueles que estiverem com vocês e observem quem está contra vocês”, aconselhou o edil.

O vereador finalizou tecendo críticas aos membros do Governo Municipal, afirmando que Borges Júnior – secretário de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico – é o responsável por planejar ações para a cidade, “maquinando a maldade”, como na construção do Shopping Popular; Colbert Martins autoriza os projetos “e não acontece absolutamente nada sem o consentimento do prefeito”; e o vereador Marcos Lima (Patriota), que segundo Tourinho, rejeitou as solicitações de informações sobre o empreendimento juntamente com os demais vereadores da bancada governista.

Luiz Ferreira reforça apoio a vendedores ambulantes

O vereador Luiz Ferreira (PPL) saudou os vendedores ambulantes que lotaram a galeria da Câmara Municipal de Feira de Santana, pelo segundo dia, e ratificou sua luta pela categoria.

“Hoje, Tourinho trouxe estas denúncias sobre o empresário. Eu estou tem dois anos falando, pedindo ajuda para os camelôs”, atentou. De acordo com o edil, o empresário Elias Tergilene “chegou à cidade querendo atropelar os ambulantes”, mas ele continuará na defesa pelos direitos da classe.

“Recebi ligação de camelô de São Paulo me parabenizando pela luta. Dizendo que lá precisava de um vereador assim, mas me alertando para ter cuidado. Todo mundo tem medo deste consórcio. Vou abraçar até o último minuto esta defesa. Sou um camelô, guerreiro e lutador”, afirmou

Em resposta ao pronunciamento do vereador Ron do Povo (PTC), que o criticou por ter realizado reunião com representantes dos ambulantes e não convidar os pares, Luiz da Feira esclareceu “Fizemos várias reuniões e foi comunicado em aberto, para quem quisesse estar presente. O vereador Tourinho me ligou para saber, para participar”

Ronaldo Almeida ressalta seu apoio aos camelôs

O vereador Ronaldo Caribé reafirmou seu apoio aos vendedores ambulantes que, pelo segundo dia consecutivo, lotaram a galeria da Casa da Cidadania. A categoria manifesta contra as taxas que serão cobradas pelo consórcio responsável pela construção e administração do Centro Comercial Popular e contra o sistema de sorteio para entrega dos boxes.

O parlamentar ressaltou que sempre “votou favorável as demandas da classe”. E criticou o fato do vereador Luiz da Feira (PPL) ter realizado reuniões com a categoria e com o vice-presidente do Sindicato da Associação dos Vendedores Ambulantes de Feira de Santana, Robson Leite, sem participar os demais vereadores. “Tenho muita consideração, mas o senhor sozinho não pode resolver o problema”, observou.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109691 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]