Vereador pede que oposição apresente soluções para os problemas de Feira de Santana; Roberto Tourinho rebate discurso

Antônio Carlos (Carlito do Peixe): quero que tragam as dificuldades da administração e apresentem soluções. Feira está no rol das cidades que tem oposição que procura travar o desenvolvimento e administração da cidade.
Antônio Carlos (Carlito do Peixe): quero que tragam as dificuldades da administração e apresentem soluções. Feira está no rol das cidades que tem oposição que procura travar o desenvolvimento e administração da cidade.
Antônio Carlos (Carlito do Peixe): quero que tragam as dificuldades da administração e apresentem soluções. Feira está no rol das cidades que tem oposição que procura travar o desenvolvimento e administração da cidade.
Antônio Carlos (Carlito do Peixe): quero que tragam as dificuldades da administração e apresentem soluções. Feira está no rol das cidades que tem oposição que procura travar o desenvolvimento e administração da cidade.

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta quarta-feira (14/08/2019), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Antônio Carlos Passos Ataíde (Carlito do Peixe, DEM) teceu críticas aos discursos oposicionistas e pediu que soluções sejam apresentadas ao invés de apenas pronunciamentos críticos.

“Gostaria de ver um Projeto de Lei da oposição com propostas de solução de problemas; quero que tragam as dificuldades da administração e apresentem soluções. Feira está no rol das cidades que tem oposição que procura travar o desenvolvimento e administração da cidade. Por exemplo, recentemente o que houve com o BRT, onde a oposição criou um atraso de quase um ano da obra. Quanto mais trava, para eles é motivo de orgulho. Apresentam solução nos discursos, mas na prática não. O centro da cidade precisa ser organizado. A saída encontrada por José Ronaldo para isso foi fazer uma PPP, discutindo com a Casa, com a sociedade, com sindicatos. Foram cadastrados 1800 camelôs, depois surgiram mais. Quero saber da oposição, qual a solução para tirar todos das ruas”, questionou Carlito.

E continuou. “Não podemos permitir que a cidade continue com o centro sem organização. Só tem críticas, porradas, não dão sugestões para solucionar os problemas. O shopping será inaugurado, mas já estamos vendo as dificuldades que teremos. É preciso revitalizar o centro sem prejudicar os trabalhadores, pois como está não pode ficar”, disse.

E tratou sobre o Centro de Abastecimento. “José Ronaldo reformou o mercado de carnes, de peixes, o balcão frigorifico, mudou piso, cobertura, reformou banheiro, que se se for olhar hoje está todo quebrado. O muro já foi fechado e hoje está quebrado. Ai  a ideia de terceirizar, para que isso acabe. Os próprios comerciantes não cuidam do local, descartam os alimentos em qualquer lugar. Quando vamos melhorar isso? Se a oposição tem solução, apresente. Vou sempre ao C.A, tenho amigos comerciantes lá, mas vejo que nos dias de feira e pós -feira é triste de ver, porque há sujeira. Só fazer o mais fácil, que é falar e bater é bom, mas digam a solução. Cadê que não apresentam as melhorias que o Governo? Hoje é dia de feira, portanto o local fica cheio, caminhões descarregando, ai a oposição faz críticas”, observou.

Para finalizar, Carlito reforçou a ideia de que todos devem lutar pelo crescimento e desenvolvimento da cidade. “Precisamos melhorar o visual de Feira, a infraestrutura para que quando os empresários cheguem, vejam um centro organizado. Isso é lutar por Feira, é ajudar a melhorar e não ficar só mostrando a parte podre. Lutamos para melhorar e a oposição luta pelo contrário. Esperamos que as ações sejam feitas com paz, precisamos melhorar o centro da cidade, o C.A. parece que quanto pior, melhor para a oposição”, findou.

Roberto Tourinho rebate discurso de colega

O edil Roberto Tourinho (PV) rebateu as críticas do colega Carlito do Peixe (DEM) de que a oposição deve apresentar soluções e não apenas apontar os problemas.

“Quando ouço a bancada fazer a defesa do Governo, não me surpreende porque esse é o papel deles. Quando ouço Carlito falar do centro comercial de Feira, que está desorganizado, com ambulantes tomando as calçadas, o que me causa indignação é que o grupo político que aí está, tem 20 anos no poder e nada fez. Não estamos falando de um governo que tomou posse agora não. O que Ronaldo fez pelo centro de Feira durante estes anos? O que Tarcízio fez pelo centro? São quase 20 anos, então não posso ouvir isso e me calar”, pontuou Tourinho.

E continuou. “E agora fazem discurso como se estivessem assumindo o governo agora. O mesmo acontece no Centro de Abastecimento: quase 20 anos e nada fez. Lá tinha uma pessoa explorando uma área do Município, para estacionamento, como se proprietário fosse e o Governo não fez nada. A situação mudou depois de uma audiência pública realizada nesta Casa. Em qualquer país, um local como o C.A estaria interditado, pois é onde vende alimentos que estão sendo contaminados com a sugeira”, disse.

O vereador lembrou mais que desde 2008 Feira de Santana não atinge a média o Ideb. “E fazem discurso como se tivessem sido eleitos em 2016. Ouvi o discurso de um secretário falando da Avenida Artêmia Pires, relatando que os condomínios a invadiram. Quem foi o culpado por isso ter acontecido, sendo que todo esse tempo temos o mesmo governo? Falam do BRT como se a oposição fosse culpada pelas obras paradas. O PT ingressou, à época, com uma ação na Justiça que parou a obra por três ou quatro meses; já estamos em 2019 e vocês não falam de BRT. Queremos que o equipamento funcione porque foram R$ 100 milhões investidos, mas não gostam quando perguntamos quando ele será inaugurado”, avaliou.

Segundo Tourinho, “As casinhas de pombo construídas em algumas avenidas estão servindo de criatório de mosquito da dengue, o criatório mais caro do país. Quando dizem que a oposição deve apresentar soluções, os secretários são pagos para isso e se não fazem, que entreguem as secretarias, pois têm pessoas capacitadas para assumi-las”, disse.

Em aparte, o também oposicionista Zé Filé (PROS) afirmou que o dever da oposição é levar para o prefeito as carências do Município. “Temos que levar a miséria que está nossa cidade. A solução temos sim, mas ele não aceita. Consegui para o bairro Feira X R$ 600 mil de emendas, mas não sou eu quem vou dizer aonde gastar, é o prefeito quem faz isso”, lembrou.

Para finalizar, Tourinho ressaltou que a oposição votou na Casa um empréstimo para a requalificação do centro da cidade. “Com a exceção de Nery, todos aprovaram o empréstimo, mas denunciamos quando o Governo quis pagar milhões a uma empresa só para fazer o Projeto da requalificação. Estamos contribuindo, mas não temos culpa se falta competência do Governo para entender que ele nada faz. Temos que falar, mas ficam incomodados porque são irresponsáveis. Desviaram R$ 100 milhões da saúde, ainda há pessoas presas por isso”, findou.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115121 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.