Vereador critica segurança pública e obras realizadas pela Prefeitura de Feira de Santana

José Menezes (Zé Filé): o bom seria construir escolas e não presídio. Sou a favor de que o Governo dê atenção às crianças.
José Menezes (Zé Filé): o bom seria construir escolas e não presídio. Sou a favor de que o Governo dê atenção às crianças.
José Menezes (Zé Filé): o bom seria construir escolas e não presídio. Sou a favor de que o Governo dê atenção às crianças.
José Menezes (Zé Filé): o bom seria construir escolas e não presídio. Sou a favor de que o Governo dê atenção às crianças.

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta quarta-feira (14/08/2019), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador José Menezes Santa (Zé Filé, PROS) tratou sobre segurança pública, Centro de Abastecimento e obras realizadas pelo Município.

Antes de adentrar aos assuntos, o edil repercutiu o assunto tratado anteriormente quando o líder governista Marcos Lima (Patriota) afirmou que a Bahia tem dois governadores. “Interessante quando se fala de dois governadores; essa moda se iniciou em Feira. De 2009 pra cá temos dois prefeitos: um que manda e um que obedece. Quando os vereadores falam de prefeito, tem que pedir para dizer o nome porque não sabemos de quem estão falando”, disse Zé Filé.

Segurança

O vereador disse mais que não é a favor da construção de outro presídio em Feira de Santana, como propôs o governador. “O bom seria construir escolas e não presídio. Sou a favor de que o Governo dê atenção às crianças. Em 1982 quem deu de presente o presídio para Feira foi ACM, junto com o então candidato a vereador José Ronaldo de Carvalho. Eles querem segurança, mas não querem ter onde colocar os criminosos”, pontuou.

Centro de Abastecimento

Ainda no uso da tribuna, o edil teceu críticas ao Centro de Abastecimento. “Está completamente abandonado e dizem que o Município não tem nada a ver com isso. Mas, tem a Guarda Municipal que tem a função de proteger o patrimônio público. Pela população que temos hoje na cidade, deveríamos ter uns 500 guardas a mais, porém, a Prefeitura prefere contratar rapas e pagar da maneira deles, que fazer concurso e contratar mais guardas. O efetivo da guarda é pequeno. Acredito que essas contratações são até irregulares e as pessoas não têm preparo para lidar com o povo, já chegam tomando os carrinhos da mão dos pais e mães de família. Eles deveriam ser presos, pois roubam as mercadorias das pessoas, que muitas vezes tomaram dinheiro emprestado para comprar as mercadorias que estão vendendo”, avaliou.

Em aparte, o também oposicionista Roberto Tourinho (PV) disse ter recebido no momento do discurso do colega, fotos do Centro de Abastecimento. “Recebi agora fotos de comerciantes do C.A, mostrando a situação do local. Queria fazer um convite ao líder e vice-líder para irmos lá após a sessão para comprovar se as fotos são verdadeiras. Vamos lá dá uma volta no local. É a oportunidade que terão para desmascarar os vereadores de oposição. Acredito que não perderão a oportunidade de dizer que Tourinho e Zé Filé estão errados. Vou aguardar para o término da sessão para irmos juntos até lá”, convidou.

Obras

Para finalizar, Zé Filé afirmou que o Município inicia as obras e não termina. “O Governo iniciou uma obra na praça de alimentação ano passado, com previsão de término para 60 dias e até hoje ela não foi concluída. Uma obra que custou mais de R$ 18 mil. O memorial do caminhoneiro foi quase R$ 50 mil só para pintar com cal. Parece que é mentira, mas é verdade. Nosso dinheiro está sendo jogado fora. Vamos visitar os PSFs para saber como estão e pedir ao prefeito para investir o dinheiro no local certo. O centro da cidade precisa de obras sim, mas é preciso terminar também. Falo isso e comprovo, não tenho preocupação em dizer. Me digam qual começou e terminou, porque a maioria começou e não terminou”, findou.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 116767 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.