Sistema sustentável de desinfecção de água de cisterna é apresentado em Feira de Santana

Sistema de filtragem sustentável em cisternas, através da radiação solar, foi apresentado durante a Palestra com Pesquisadores proferida pela biotecnologista Anna Luisa Beserra no Museu Parque do Saber Dival da Silva Pitombo.
Sistema de filtragem sustentável em cisternas, através da radiação solar, foi apresentado durante a Palestra com Pesquisadores proferida pela biotecnologista Anna Luisa Beserra no Museu Parque do Saber Dival da Silva Pitombo.
Sistema de filtragem sustentável em cisternas, através da radiação solar, foi apresentado durante a Palestra com Pesquisadores proferida pela biotecnologista Anna Luisa Beserra no Museu Parque do Saber Dival da Silva Pitombo.
Sistema de filtragem sustentável em cisternas, através da radiação solar, foi apresentado durante a Palestra com Pesquisadores proferida pela biotecnologista Anna Luisa Beserra no Museu Parque do Saber Dival da Silva Pitombo.

Um sistema de filtragem sustentável em cisternas, através da radiação solar, foi apresentado durante a Palestra com Pesquisadores proferida pela biotecnologista Anna Luisa Beserra na noite desta segunda-feira (19/08/2019), no Museu Parque do Saber Dival da Silva Pitombo. O evento teve a participação do secretário de Agricultura, Joedilson Freitas, e de pessoas interessadas no assunto.

A biotecnologista apresentou ao público o Aqualuz, um equipamento que foi criado por ela e que já pode ser adquirido por órgãos públicos e empresas. “É um dispositivo para fazer a desinfecção de água de cisterna, oriunda da chuva, usando apenas a luz solar. É uma tecnologia que não usa placa nem energia”, afirmou. O equipamento tem uma tampa transparente que permite a passagem da radiação solar, o que resulta no processo de desinfecção.

A ideia foi avaliada positivamente pelo secretário Joedilson Freitas, que aproveitou a oportunidade para convidar a cientista a expor o Aqualuz durante a Expofeira 2019 (Exposição Agropecuária de Feira de Santana), que acontece de 1 a 8 de setembro. Ele também garantiu avaliar junto ao prefeito Colbert Martins Filho a utilização do equipamento na zona rural do município.

Como funciona o Aqualuz

O Aqualuz é um dispositivo de desinfecção solar da água que aproveita os efeitos da luz solar: radiação no espectro da luz UV-A (comprimento de onda 320-400nm) e calor (aumento de temperatura da água) para atacar a vulnerabilidade dos micro-organismos patogênicos. Isso sem usar nenhum composto químico e com uma estrutura que permite uma excelente durabilidade, sem a necessidade de ter que trocar filtro.

“Basta bombear a água da cisterna para o equipamento. Primeiro ela passa pelo filtro e as partículas sólidas que deixam o líquido escuro são retiradas. Depois disso segue para um reservatório, onde fica exposta ao sol por um período que vai de uma a quatro horas. O controle é feito por um sistema de monitoramento que avisa quando a água está pronta e o operador, assim, pode retirá-la diretamente da torneira”, explica Anna Luisa.

Como nasceu a ideia

A cientista que já teve seu trabalho reconhecido pela Onu, explica que a ideia de criar o Aqualuz surgiu quando ela era estudante de Ensino Médio e tinha 15 anos. “Eu tinha vontade de ser cientista e foi minha grande oportunidade de participar do Prêmio Jovem Cientista do CNPQ com uma ideia de atender o semiárido com água potável”, disse.

Ela diz que o Aqualuz tem despertado interesse e algumas propostas estão surgindo. “Nosso objetivo com esse projeto é fazer com que pessoas se inspirem a ter ideias de inovação social”, afirmou Anna Luisa. Atualmente, 35 unidades do “Aqualuz” já foram implantadas em cidades de quatro estados no Nordeste: Bahia, Pernambuco, Ceará e Alagoas.

A Palestra com Pesquisadores, que chegou a sua oitava edição, é um evento promovido pelo Museu Parque do Saber Dival da Silva Pitombo com o objetivo de proporcionar a estudantes e interessados a oportunidade de interação com especialistas da área científica. “Além de tratarmos de assuntos sempre importantes, também é possível estreitar a vivência de pesquisadores e cientistas com o público. Assim incentivando a pesquisa”, considera o diretor do Museu, Basílio Fernandez.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108293 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]