Prefeitura de Feira de Santana garante direito a sorteio de boxes do Centro Comercial Popular para ausentes

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sorteio setorizado dos boxes do Centro Comercial Popular.
Sorteio setorizado dos boxes do Centro Comercial Popular.
Sorteio setorizado dos boxes do Centro Comercial Popular.
Sorteio setorizado dos boxes do Centro Comercial Popular.

Os vendedores ambulantes cadastrados que por algum motivo se ausentaram durante o sorteio setorizado dos boxes do Centro Comercial Popular de Feira de Santana terão uma nova chance de garantir a inclusão no espaço. O Governo Municipal decidiu, durante reunião com representantes do consórcio Feira Popular e de representantes dos camelôs, que o cadastramento para estas pessoas será realizado nos dias 3, 4 e 5 de setembro de 2019, no próprio local, com reprogramação dos horários por setor.

Durante a reunião, realizada na Secretaria de Prevenção à Violência (SEPREV), na tarde desta quinta-feira, 29, participaram o secretário do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico (SETTDEC), Antônio Carlos Borges Júnior, o secretário de Desenvolvimento Social (SEDESO), Pablo Roberto Gonçalves e o chefe de Gabinete Pedro Américo, o vereador Luiz da Feira, representantes do sindicato dos camelôs e mais três integrantes da categoria, além de representantes do consórcio. Também foi mantido o sorteio desta sexta-feira, 30.

Além de tratar do prazo para sorteio de espaços dos ausentes, ficou definido durante a reunião a possibilidade do contrato entre a concessionária e os permissionários ambulantes ser avaliado por um grupo formado por três advogados, respectivamente representantes da Procuradoria Geral do Município, do Consórcio Feira Popular e dos camelôs.

O secretário do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, Antônio Carlos Borges Júnior, destacou que o valor pelo aluguel do metro quadrado do boxe será mantido em função do que foi estabelecido no contrato. “Também será agendada uma reunião dos camelôs com o prefeito Colbert Martins Filho para discutir alguns pleitos dos vendedores ambulantes”, informa.

Antônio Carlos Borges Júnior observa que a barraca de cada vendedor ambulante ocupa hoje, em média, 1,5 metros quadrados no centro da cidade, valor que corresponde a R$ 120,00 pelo aluguel do boxe no Centro Comercial Popular, onde será cobrada a taxa de R$ 80,00 por metro quadrado, valor estipulado em contrato. “A opção para o camelô que solicitou um espaço maior se adequar à sua realidade financeira é justamente optar por um espaço menor, já que foi disponibilizado espaços de 3 e 5 metros, reduzindo assim o custo do boxe, e atendendo suas possibilidades  financeiras, conforme opção dos próprios ambulantes”, sugeriu o secretário.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112927 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]