Câmara Municipal de Feira de Santana realiza Sessão Especial em homenagem a Fundação Egberto Costa

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Diretor presidente da FUNTITEC, Antônio Carlos Daltro Coelho e Cadmiel Mascarenhas, vereador durante solenidade.
Diretor presidente da FUNTITEC, Antônio Carlos Daltro Coelho e Cadmiel Mascarenhas, vereador durante solenidade.
Diretor presidente da FUNTITEC, Antônio Carlos Daltro Coelho e Cadmiel Mascarenhas, vereador durante solenidade.
Diretor presidente da FUNTITEC, Antônio Carlos Daltro Coelho e Cadmiel Mascarenhas, vereador durante solenidade.

A Fundação Municipal de Tecnologia, Telecomunicações e Cultura Egberto Tavares Costa (FUNTITEC), comemorou este ano 14 anos de existência. Nesta quinta-feira (29/08/2019), o órgão de administração descentralizada da Prefeitura de Feira de Santana recebeu uma homenagem em sessão especial na Câmara Municipal.

A sessão foi conduzida pelo presidente do Legislativo, vereador José Carneiro Rocha, que conduziu a Mesa de Honra ao lado do diretor presidente da Funtitec, Antônio Carlos Daltro Coelho; a diretora do Teatro Margarida Ribeiro, Luluda Barreto; diretor de difusão cientifica do Museu Parque do Saber, Basílio Fernandez Fernandez.

Coube ao vereador Cadmiel Pereira, autor do requerimento, saudar os homenageados em nome da Casa. Ele destacou o tamanho e diversidade cultural encontrada no município. “Feira de Santana tem uma riqueza em termos de geografia e composição de povos. Só mentes brilhantes podem imaginar a criação de uma fundação tão importante com equipamentos tão importantes para a Bahia, que é a FUNTITEC”, ressaltou.

Na oportunidade, Antônio Carlos Daltro Coelho resumiu as atividades culturais da grade da Fundação, realizadas a partir dos últimos sete anos em que assumiu o cargo.  O presidente ressaltou os projetos Vozes da Terra e o Teatro Vai aos Bairros; bem como o Arte de Viver, Feira Digital e o Museu Parque do Saber, implantados durante esse período.

“Procuramos incluir nesses últimos sete anos à grade cultural, outros eventos, como as comemorações do dia do teatro e do circo, dia do músico, dia da cultura, e outros tantos e inúmeros eventos culturais da cidade e dos distritos apoiados pela fundação”, e completou: “afirmarmos que a fundação é uma das fundações culturais tecnológicas de maior importância do Norte e Nordeste deste país”.

A diretora do Teatro Margarida Ribeiro, Luluda Barreto, declarou se sentir honrada em participar da equipe. “Sinto grande prazer em relembrar do programa Arte de Viver, no qual, deixei 1.500 alunos e, hoje, triplicou para 4.500”. A diretora ainda solicitou dos edis presentes que tornassem Lei o Festival de Música Vozes da Terra e o projeto Teatro Vai aos Bairros, a fim de que não sejam interrompidos.

Basílio Fernandez, diretor de difusão cientifica da FUNTITEC, reforçou a importância da ciência para o desenvolvimento tecnológico do município. “Um planetário para uma cidade corresponde a um vetor para o seu crescimento. Mais de 65 municípios visitam anualmente o Parque do Saber”, enumerou.

Maria José Brandão, de 75 anos e também moradora da cidade de Conceição da Feira, ressalta que este trabalho é um exemplo para todas as cidades. “A educação no trânsito deve acontecer em cidades de qualquer porte. Para nós isso é um bom exemplo”, diz.

Outro local com fluxo intenso o qual os monitores vêm trabalhando é a Avenida Fraga Maia, principalmente entre os horários das 18h às 20h, quando o fluxo de veículos, pedestres e esportistas (ciclistas, clubes de corrida, etc), costumam movimentar bastante o trecho.

A moradora do bairro Mangabeira, Tereza Cristina Santana, acredita que a presença dos monitores é uma iniciativa bastante positiva. “Acho importante a presença deles nesta Avenida, até porque esse horário o trânsito aqui é muito intenso. Eu como moradora do local achei muito interessante e parabenizo pela iniciativa”.

Ana Lucia Coelho, é mineira mas mora em Feira de Santana há 2 anos, na região da Fraga Maia. Ela relata as dificuldades que sempre teve para atravessar a Avenida e como a ação dos monitores vem ajudando nesta rotina. “Uma coisa que sempre me impressionou foi justamente a falta de educação dos motoristas de Feira de Santana, a ponto de entenderem que a prioridade é o pedestre. Já passei por situações difíceis, tomando chuva esperando muito tempo para atravessar. Já teve situação em que precisei me atirar na faixa, me arriscar para que os motoristas parassem para conseguir atravessar. Quando a Prefeitura decidiu colocar esses monitores aqui na Avenida, melhorou consideravelmente a segurança para a travessia dos pedestres, principalmente nos horários de pico. Agora em questão de segundos consigo atravessar. Espero que a Prefeitura amplie esta ação para outras grandes Avenidas da cidade”, reflete.

O professor Ygor Klain acredita que pelo grande movimento da Avenida, os monitores poderiam atuar durante o dia todo. “O que acontece na Fraga Maia é fruto de uma falta de educação no trânsito de uma forma geral, nossos somos educados na autoescola que uma faixa de pedestre deve ser respeitada por todo motorista, principalmente porque o pedestre está sujeito aos intemperes do tempo. Com os monitores facilitou muito, mas acredito que atuar apenas nos horários de pico não é suficiente, porque esta é uma Avenida bastante movimentada durante o dia todo”, comenta.

De acordo com o superintendente Municipal de Trânsito, Mauricio Carvalho, a SMT tem procurado priorizar ações e projetos ligados ao segmento de educação para o trânsito. “Este projeto atende a um anseio da sociedade, principalmente em relação ao monitoramento das faixas de pedestres. Os monitores complementam as ações dos agentes de trânsito e é uma experiência que vem dando certo, com bons resultados em diversos municípios brasileiros. Reverter recursos das multas em projetos desta natureza mostram o compromisso da Prefeitura de Feira de Santana com um trânsito melhor e mais seguro”.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 123140 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.