Câmara Municipal de Feira de Santana aprova Moção de Repúdio contra exposição Chroma-Skhema

Edvaldo Lima: a citada exposição envolve imagens com conteúdo sexual erótico e pornográfico em local público, além de cenas zoofilia que desrespeita os valores da família.

Edvaldo Lima: a citada exposição envolve imagens com conteúdo sexual erótico e pornográfico em local público, além de cenas zoofilia que desrespeita os valores da família.

Na manhã desta terça-feira (06/08/2019), foi aprovado pela Câmara Municipal de Feira de Santana, em votação única e por maioria dos presentes, com voto contrário do vereador Roberto Tourinho (PV), a Moção de Repúdio de nº 844/2019, de autoria do edil Edvaldo Lima (PP) contra a exposição Chroma-Skhema, exibida no Museu de Arte Contemporânea Raimundo de Oliveira, no período 24 de maio a 19 de julho do ano corrente, sob a responsabilidade do coordenador da instituição, Edson Machado.

O autor da Moção fez questão de ressaltar que o órgão é regido pela Fundação de Tecnologia da Informação, Telecomunicação e Cultura Egberto Tavares Costa, ligado à Prefeitura Municipal de Feira de Santana.

“A citada exposição envolve imagens com conteúdo sexual erótico e pornográfico em local público, além de cenas zoofilia que desrespeita os valores da família, da criança e do jovem, ignorando uma Lei Municipal existente, sem levar em consideração que diversos alunos visitam aquele local para realização de trabalhos escolares”, disse Edvaldo Lima.

Também de acordo com o pepista, as imagens chocaram os presentes, como também quem viu as gravuras denominadas de “artes”, que circularam nas redes sociais, “causando indignação de familiares de estudantes”.

O edil acrescentou: “a exposição desrespeitou a Lei Municipal de n° 185/2017 que proíbe a exposição pública de imagens com conteúdo considerado erótico e pornográfico no âmbito municipal.  De acordo com o artigo 1°, é vedado a exposição de imagens com conteúdo erótico e pornográfico, que infrinja a dignidade da pessoa humana, que incentivem a violência ou exponham os munícipes em situação vexatória em quaisquer locais ou suportes à divulgação no âmbito de Feira de Santana”.

Edvaldo Lima disse que o disposto no artigo supracitado se aplica também a manifestações de homofobia, pedofilia, zoofilia ou qualquer modo de apologia ao sexo conforme rege o parágrafo único.

“Por todas essas razões, é que venho demonstrar, em nome de todas as famílias tradicionais e cristãs do nosso Município, do nosso Estado, o meu repúdio as terríveis cenas exposta a todos, que tem o objetivo de estimular de maneira acintosa a violência contra a fé, as famílias, os cristãos e a todos os princípios éticos e morais”, justificou.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]