Salvador: Morre o médico psiquiatra e escritor Carlos Alberto Kruschewsky; Profissional atuou por décadas em Feira de Santana

Carlos Alberto Kruschewsky ao lado da esposa Gildete Ferreira Kruschewsky, em um registro de 18 de março de 2019.
Carlos Alberto Kruschewsky ao lado da esposa Gildete Ferreira Kruschewsky, em um registro de 18 de março de 2019.
Carlos Alberto Kruschewsky ao lado da esposa Gildete Ferreira Kruschewsky, em um registro de 18 de março de 2019.
Carlos Alberto Kruschewsky ao lado da esposa Gildete Ferreira Kruschewsky, em um registro de 18 de março de 2019.

Faleceu às 13 horas desta sexta-feira (26/07/2019), no Hospital Santa Izabel, em Salvador, o médico psiquiatra e escritor Carlos Alberto Kruschewsky (94 anos). Ele convalescia de cirurgia cardíaca quando foi a óbito.

O engenheiro e empresário Carlos Kruschewsky Filho registrou o passamento do “amado pai” declarando as seguintes palavras: “grande homem, único nessa terra, meu pai, o grande e amado líder”.

Perfil

Carlos Alberto Kruschewsky nasceu em 22 de outubro de 1924, no Município de Cipó, município situado no Nordeste da Bahia, era formado em Medicina pela Universidade Federal da Bahia (UFBA, 1953) e em Teologia pela Faculdade de São Bento (2010), foi casado com Gildete Ferreira Kruschewsky. O casal teve quatro filhos, Kátia, médica; Carlos Filho, engenheiro e empresário; Tânia, psicóloga e Karla, advogada.

Durante 18 anos, Carlos Kruschewsky dirigiu o hospital Colônia Lopes Rodrigues em Feira de Santana, foi, também, superintendente do Instituto Nacional de Assistência Médica da Previdência Social (INAMPS), presidente do Instituto de Assistência e Previdência dos Serviços da Bahia (IAPSEB) e participou da fundação do Hospital Emec, atuando com sócio e diretor comercial.

Além da atuação na medicina, Carlos Kruschewsky é autor dos livros ‘Memorias de Saulo daqui’, ‘O véu suspenso’, ‘O teorema de Arquimedes’ e é coautor da obra ‘De Mãos Juntas: Monsenhor Gaspar Sadoc da Natividade’.

Homenagem

Em 19 de março de 2018, o Município de Feira de Santana, durante gestão do prefeito José Ronaldo (DEM), homenageou Carlos Alberto Kruschewsky, nomeando o túnel situado na Avenida João Durval, sob trecho da Avenida Presidente Dutra, em homenagem ao médico e escritor.

Na oportunidade, ele citou trecho do Hino a Feira de Santana — “formosa e bendita” — de autoria da poetisa feirense Georgina Erismann, elogiando a cidade onde residiu por décadas.

Ele revelou que duas das filhas nasceram em Feira e que se tornou um dos milhares de filhos adotivos, que se estabeleceram na década de 1960.

Velório e Funeral

O velório terá início às 8 horas deste sábado (27) na Capela A do Cemitério Jardim da Saudade (Rua Campinas de Brotas, nº 754, Bairro  de Brotas, Salvador ) e o funeral ocorre às 15 horas.

Parte da família Kruschewsky reunida, Carlos Kruschewsky Filho e a esposa Rita Kruschewsky; o casal de patriarcas Carlos Alberto Kruschewsky e Gildete Ferreira Kruschewsky; e o neto João Pedro Kruschewsky, em um registro de 18 de março de 2019.
Parte da família Kruschewsky reunida, Carlos Kruschewsky Filho e a esposa Rita Kruschewsky; o casal de patriarcas Carlos Alberto Kruschewsky e Gildete Ferreira Kruschewsky; e o neto João Pedro Kruschewsky, em um registro de 18 de março de 2019.
Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9385 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).