Salvador: APUB promove debate ‘Mídia brasileira, redes sociais e a opinião pública: o caso The Intercept e o fascismo algorítmico’

Reportagens do The Intercept Brasil sobre ‘as mensagens secretas da Lava Jato (#VazaJato).
Reportagens do The Intercept Brasil sobre ‘as mensagens secretas da Lava Jato (#VazaJato), são tema de debate em Salvador.

Como forma de contribuir com a reflexão sobre a comunicação contemporânea e a formação da opinião pública, a Apub Sindicato promove, no dia 06 de agosto de 2019, às 17 horas, em sua sede na Federação, em Salvador o debate ‘Mídia brasileira, redes sociais e a opinião pública: o caso The Intercept e o fascismo algorítmico’, com os professores Emiliano José e Zeca Peixoto.

O debate irá abordar como as tradicionais empresas de comunicação do Brasil, ao longo da história, estiveram no centro de acontecimentos e da atuação política, e agora, enfrentam uma crise estrutural com a popularização da internet e das redes sociais. Além disso, o encontro pretende apontar a forma como essas mesmas redes, através de seus algoritímos e modos de navegação, produzem e reproduzem opiniões, discursos e, muitas vezes, desinformação e fake news.

Sobre os palestrantes

Emiliano José – Jornalista, escritor, doutor em Comunicação e professor aposentado da Universidade Federal da Bahia. Autor de diversas obras sobre a imprensa brasileira e suas relações com a política e sobre a ditadura militar. Biógrafo do ex-governador da Bahia Waldir Pires.

Zeca Peixoto – Jornalista, mestre em História Social e professor da Unime/Salvador. Pesquisa cibercultura, jornalismo de dados e repercussão de narrativas em ambientes digitais.

Agenda

O QUÊ: Debate “Mídia brasileira, redes sociais e opinião pública: o caso The Intercept e o fascismo algorítmico”

QUANDO: 6 de agosto de 2019 (terça-feira)

ONDE: Auditório da Apub Sindicato (Rua Professor Aristides Novis, 44 – Federação)

HORÁRIO: 17h | Entrada Franca

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9164 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).