Reportagem de capa do Jornal Folha do Estado destaca investigação da deputada Dayane Pimentel e de Alberto Pimentel por possível porte e uso ilegal de armamento

Capa do Jornal Folha do Estado destaca investigação de Dayane Pimentel (PSL-BA) e Alberto Pimentel por possível uso ilegal de armamento.Capa do Jornal Folha do Estado destaca investigação de Dayane Pimentel (PSL-BA) e Alberto Pimentel por possível uso ilegal de armamento.
Capa do Jornal Folha do Estado destaca investigação de Dayane Pimentel (PSL-BA) e Alberto Pimentel por possível uso ilegal de armamento.

Capa do Jornal Folha do Estado destaca investigação de Dayane Pimentel (PSL-BA) e Alberto Pimentel por possível uso ilegal de armamento.

O Jornal Folha do Estado publicou ampla reportagem de capa, nesta sexta-feira (05/07/2019), com título ‘Deputada feirense e marido secretário serão investigados por uso de armas’, em que informa sobre a investigação realizada pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), através de inquérito aberto pela Polícia Civil, com a finalidade de anlisar se a deputada federal Dayane Pimentel (PSL-BA) e o marido Alberto Pimentel, o secretário de Trabalho, Esporte e Lazer de Salvador, cometeram crime em decorrência de uso de arma de fogo de grosso calibre.

A determinação foi dada após a SSP receber um ofício, encaminhado na quarta-feira (04/07) por vereadores de Salvador, em que alegam que o secretário e a mulher incitaram uso de armas de fogo, fazendo apologia a violência.

A Câmara Municipal de Salvador (CMS) informou que, além do ofício, vereadores também protocolaram uma representação criminal junto ao Ministério Público da Bahia (MPBA) para que apure o caso.

Os documentos foram assinados pelos vereadores José Trindade (sem partido), Carlos Muniz e Sidninho, ambos do Podemos.

Remake do filme

As postagens de imagens portando armas de fogo foram feitas pelos próprios políticos, nas redes sociais Instagram e Facebook. As imagens protagonizada pelos bolsonaristas lembram cenas do filme estadunidense Bonnie e Clyde, de 1967, dirigido por Arthur Penn.

Análise da denúncia

A SSP informou por meio de nota que, caso haja alguma irregularidade, tomará providências.

“A SSP determinou que a Polícia Civil investigue o caso. Havendo irregularidades, as providências serão adotadas”, informa nota do órgão.

Parlamentar e marido contestam

A deputada federal Professora Dayane Pimentel e o marido, o secretário Alberto Pimentel, disseram, por meio de nota, que, a respeito das fotos publicadas nas redes sociais, “tratou-se exclusivamente de um ensaio fotográfico que serviu de base para enfatizar seu posicionamento em defesa ao porte e/ou à posse de armas para a legítima defesa de cidadãos de bem”.

Ainda segundo eles, as armas utilizadas não estavam municiadas e que nenhum tiro foi disparado durante a realização da sessão de fotos.

Política da violência

As postagens foram feitas pelo casal de políticos bolsonaristas na mesma semana em que o presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ) revogoi dois decretos que facilitavam o porte de armas de fogo, assinados em maio de 2019. No lugar, o presidente enviou ao Congresso Nacional Projeto de Lei sobre o mesmo tema.

*Com informações do G1 e Folha do Estado.

Deputada Dayane Pimentel e o marido Alberto Pimentel fazem apologia ao uso de armas. Cenas protagonizada pelo casal de políticos lembram cenas do filme Bonnie e Clyde.

Deputada Dayane Pimentel e o marido Alberto Pimentel fazem apologia ao uso de armas. Cenas protagonizada pelo casal de políticos lembram cenas do filme Bonnie e Clyde.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).