Presidente Jair Bolsonaro é vaiado novamente e sofre queda durante final da Copa América 2019

Ao lado do ministro Sérgio Moro, presidente Jair Bolsonaro é vaiado pela torcida que assistia a final COMENBOL 2019.

Ao lado do ministro Sérgio Moro, presidente Jair Bolsonaro é vaiado pela torcida que assistia a final COMENBOL 2019.

Bolsonaro (PSL) esteve no Maracanã neste domingo (07/07/2019) para acompanhar a Final da Copa América, entre Brasil e Peru, vencida pelo país anfitrião por 3 a 1. E se o público no estádio estava feliz com a vitória da Seleção, não demonstrou a mesma empolgação com o presidente, que foi vaiado após o apito final.

Bolsonaro desceu do camarote para participar da cerimônia de premiação, postura que já foi criticada por federações de futebol, e levantou o troféu junto com os jogadores. Nem todo o elenco aprovou a atitude, já que ele foi ignorado pelo técnico Tite e pelo jogador Marquinhos.

Para completar o constrangimento, Bolsonaro também caiu durante a comemoração do primeiro gol do Brasil. No camarote, também estavam presentes os ministros da Justiça Sérgio Moro e Augusto Helebo do Gabinete de Segurança Institucional. Não foi a primeira vez que o presidente foi vaiado em um jogo da Copa América. Na semifinal contra a Argentina, Bolsonaro desceu para o gramado do Mineirão e recebeu vaias.

Tite e Marquinhos se recusam a cumprimentar Bolsonaro em premiação da Copa América; Treinador e zagueiro ignoraram a presença do presidente na entrega das medalhas

O técnico da seleção brasileira não fez o mínimo esforço para parecer cordial com o presidente da república. Ao se dirigir para receber a premiação pela conquista da Copa América, Tite cumprimentou as autoridades ali presente, mas não estendeu a mão para Jair Bolsonaro. Quem teve a mesma atitude do treinador foi o zagueiro Marquinhos.

Imagens da transmissão mostram os dois integrantes da seleção brasileira passando indiferentes por Bolsonaro. No caso de Tite, o presidente teve que se esforçar para chamar atenção do técnico.

Em vídeo, Tite diz não a Bolsonaro e manda recado para Lula

Depois que Tite, técnico da seleção brasileira, se recusou a estender a mão para Jair Bolsonaro, na cerimônia de premiação pelo título da Copa América, neste domingo (7), no Maracanã, Rio, viralizou um vídeo de dezembro de 2018, no qual o treinador, em entrevista coletiva, avisou que não se encontraria com o presidente.

“Não. Continuo com a mesma opinião. Não. A minha atividade não mistura. Eu não me sinto confortável em fazer essa mistura (futebol e política)”, disse.

Em uma montagem realizada nas redes sociais, na sequência surge outro vídeo em que o então treinador do Corinthians envia uma mensagem de aniversário para Lula: “Parabéns, presidente Lula. Muita saúde, muita luz no teu caminho e da tua família, com a Marisa, com a família toda. Que tenha um aniversário extraordinário, com teus amigos. Eu só queria um docinho pra mim também. Um abração forte e felicidades”.

*Com informações da Revista Fórum.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]