Prefeito Colbert Martins Filho decreta Luto oficial em Feira de Santana em decorrência da morte do médico e escritor Carlos Kruschewsky

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Carlos Alberto Kruschewsky (1924 – 2019), vida dedicada a medicina e a literatura, ocupou diversas funções públicas em Feira de Santana, recebe homenagem póstuma do Governo Municipal.
Carlos Alberto Kruschewsky (1924 – 2019), vida dedicada a medicina e a literatura, ocupou diversas funções públicas em Feira de Santana, recebe homenagem póstuma do Governo Municipal.

Médico, escritor, dirigente de órgãos públicos, homem de intensa participação na vida de Feira de Santana,  faleceu nesta sexta-feira (26/07/2019), aos 94 anos de idade, Carlos Alberto Kruschewsky. Ele morreu em Salvador, onde será sepultado as 15 horas  deste sábado. O velório terá início às 8 horas no Cemitério Jardim da Saudade, na capital baiana.

O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho, está decretando luto oficial  no Município, pela perda do renomado  psiquiatra e colega seu da área médica. A morte ocorreu dias após uma cirurgia cardíaca.

“Doutor Carlos Kruschewsky foi um homem que marcou uma época na nossa cidade, com o seu trabalho na área de saúde, como ótimo escritor que foi e pelos cargos públicos que exerceu, a exemplo da direção do Hospital Psiquiátrico  Lopes Rodrigues”, afirma o prefeito.

Ao lamentar a perda “em nome dos feirenses”, o prefeito se dirige aos familiares e amigos do médico manifestando “meu mais profundo pesar”.

Em Feira, o médico foi homenageado pelo Governo Municipal  ano passado, tendo seu nome batizado o túnel localizado no cruzamento das avenidas João Durval e Presidente Dutra.

Perfil

Carlos Alberto Kruschewsky, natural de Cipó, nasceu em 22 de outubro de 1924, mudou-se para Salvador, local onde se formou em medicina pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), na turma de 1953 e em Teologia pela Faculdade de São Bento (2010). Era casado com Gildete Ferreira Kruschewsky. O casal teve quatro filhos, Kátia, médica; Carlos Filho, engenheiro e empresário; Tânia, psicóloga e Karla, advogada.

Durante 18 anos, Carlos Kruschewsky dirigiu o hospital Colônia Lopes Rodrigues em Feira de Santana. Foi também superintendente do Instituto Nacional de Assistência Médica da Previdência Social (INAMPS) e presidente do Instituto de Assistência e Previdência dos Serviços da Bahia (IAPSEB).

Participou da fundação do Hospital Emec, atuando com sócio e diretor comercial daquele empreendimento.

Além da atuação na medicina, Carlos Kruschewsky é autor dos livros ‘Memorias de Saulo Daqui’, ‘O véu suspenso’ e é coautor da obra ‘De Mãos Juntas – Monsenhor Gaspar Sadoc da Natividade’.

Sobre Carlos Augusto 9662 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).